Ricardo lança projeto “Estação do Livro” no Alto do Mateus

Por - em 20

O prefeito Ricardo Coutinho fez nesta terça-feira (16), o lançamento do projeto “Estação do Livro”, que visa incentivar a leitura em ambiente público. A primeira praça a receber o projeto foi a das Mangueiras, no Alto do Mateus. Ao todo, 14 praças irão receber as unidades do “Estação do Livro”.

Ricardo Coutinho destacou o caráter pedagógico e social que a leitura é capaz de despertar nas pessoas, ressaltando que as “Estações do Livro” devem ser bem aproveitadas pela população. “Em breve estaremos inaugurando uma academia de ginástica aqui. Então a praça é um ponto para a prática do esporte, para o convívio social, para o lazer e, também, para a leitura. Vamos mudar essa realidade que o brasileiro e, sobretudo, o povo de João Pessoa não gosta de ler”, incentivou.

Uma das gestoras da Praça das Mangueiras, a servidora pública Maria Salete, que há 27 anos reside no Alto do Mateus, demonstrou felicidade por estar, a comunidade, recebendo a “Estação do Livro”. “Essa praça é maravilhosa. Todos nós cuidamos muito bem dela. E agora, com esse novo projeto, será mais fácil para as nossas crianças e adultos terem acesso aos livros”, observou.

Funcionamento – Para ter acesso ao empréstimo dos livros o interessado deve ir até a “Estação do Livro”, efetivar seu cadastro, bastando, para isso, levar apenas comprovante de residência e número do telefone. O bibliotecário e coordenador da Biblioteca Municipal, Marcos Paulo, observou que a ação está centrada na confiança recíproca. Ele explica que, ao terminar a leitura da obra, o leitor deve entregar o volume para que outras pessoas possam ter acesso.

No acervo pode-se encontrar obras de escritores como José Lins do Rego, Júlio Verne e
Cláudia Ramos entre outros. Nesta primeira etapa dpo projeto serão onze estações de leituras, sendo o número total de quatorze. Marcos Paulo, informa que todas estarão integradas, online, com a Biblioteca Municipal, prevista para ser entregue à população no mês de abril, cujas instalações estão situadas no Centro Histórico, no prédio do “Conventinho”.

Doações – Todos os exemplares que irão compor a ‘Estação do Livro’ serão obras de vários gêneros literários como poesia, contos e histórias infantis. No local, a população também pode fazer a doação de livros que estiverem em bom estado de conservação. As doações serão catalogadas e em seguida distribuídas com outras estações, para que toda a população seja contemplada.
As praças que vão receber o projeto nesta primeira etapa são: Praça Bela (Funcionários II), Lauro Wanderley (Funcionários I), Caju (Bessa), Esperança (Gervásio Maia), Amizade (Rangel), Nossa Senhora da Paz (Castelo Branco), Mangueiras (Alto do Mateus), Soares Madruga (Valentina), Emerson Lucena (Cristo), Cidade Verde (Mangabeira) e Padre Zé (Padre Zé).