Rio Cuiá terá placas indicativas de área de proteção ambiental

Por - em 21

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) e a Organização Não-Governamental Movimento SOS Rio Cuiá realizam nesta sexta-feira (18), às 10h, uma ação simbólica de fixação da primeira das 20 placas que estarão, a partir de agora, ao longo de todo o curso do rio. As placas,que foram cedidas pela Secretaria de Meio Ambiente (Seman) serão distribuídas ao longo dos 12 km de extensão do rio indicando que a área é de permanente proteção ambiental.

A ONG SOS Rio Cuiá foi fundada em 2007 por moradores das comunidades Santa Bárbara e Paratibe, áreas de influência direta e indireta do rio. O objetivo principal é o desenvolvimento de ações em parceria com os poderes públicos estadual e municipal, além de outras ONGs. O objetivo dos ambientalistas é o de reverter o quadro de degradação ambiental do Cuiá, que nasce no Grotão e banha pelo menos cinco bairros da zona sul da capital.

Já no 1º ano de funcionamento, a ONG realizou diversas atividades no local, como o cercamento de uma área reflorestada pela Secretaria de Meio Ambiente (Semam), que plantou 1.500 mudas de árvores nativas às margens do rio. Foram realizadas palestras nas escolas municipais e estaduais, ministrados cursos de formação de agentes multiplicadores entre os moradores da região e a construção de uma balsa fabricada com material reciclável (garrafa pet) para a limpeza do rio.

O Movimento SOS Rio Cuiá tem trabalhado nesses dois anos de existência no sentido de sensibilizar toda a sociedade – principalmente as populações ribeirinhas – para a questão do meio ambiente e pela preservação do rio, que além de peixes e plantas aquáticas, abriga também capivaras.