Sai o balanço de vistoria em transportes escolares

Por - em 31

A Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans) divulgou, na tarde desta quarta-feira (7), o primeiro balanço da vistoria nos veículos que prestam serviço de transporte escolar na Capital. Dos 337 automóveis cadastrados, 25 foram submetidos à inspeção, o que corresponde a 7,5% da frota. Desses, 13 foram aprovados e 12 reprovados. A vistoria começou na segunda-feira (5) e vai até o dia 27 deste mês.

Os principais itens de reprovação encontrados nesses dois dias de inspeção foram na parte elétrica, como lâmpadas queimadas ou defeito nas lanternas, faróis e sistema de freios funcionando irregularmente. Os equipamentos de segurança como pneus fora das especificações, extintores de incêndio vencidos, cinto de segurança danificados, faixas de padronização com defeito e serviços diversos de pintura e funilaria completam a lista dos itens que causaram a reprovação dos veículos.

Segundo o chefe da Divisão de Transportes Especiais (Dites), Leonardo Campos, “a inspeção está um pouco abaixo da média dos semestres anteriores, mas é normal pois a vistoria começou há dois dias”.

A taxa da vistoria é fixada em R$ 39,84. O permissionário deve seguir o período de vistoria determinado pelo órgão gestor, mas pode até antecipar a inspeção. Caso perca a data programada no calendário, será cobrada uma multa no valor de 14,94. Para informação ou reclamação, o usuário pode ligar para 0800 281 1518.