SAMU promove capacitação em emergência cardiovascular

Por - em 60

A Secretaria de Saúde de João Pessoa (SMS), em parceria com a empresa Boehringer Ingelheim do Brasil, realiza capacitação em Emergência Cardiovascular para 50 profissionais médicos e enfermeiros do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). A capacitação acontece no auditório do Hospital Santa Isabel, nesta sexta-feira e sábado, das 8h até as 17h.

De acordo com a coordenadora do SAMU Metropolitano de João Pessoa, Roberta Abath, a capacitação é uma oportunidade de melhor estruturar a cadeia de sobrevivência em cardiologia. Ela lembrou que quanto mais rápido for o socorro a uma vítima de infarto, menos sequelas esta pessoa terá.

O representante da empresa parceira da SMS nesta capacitação, Gilson Santos, explicou que o infarto é a segunda causa de morte no Brasil e existem duas formas de tratá-lo. Uma delas é a angioplastia e a outra é um tratamento medicamentoso. “Apenas nós temos este medicamento, que deve ser dado ao paciente até 12 horas depois do infarto. Estamos fazendo este curso para treinar os profissionais para que eles possam identificar a melhor forma de tratar o paciente”, comentou.

Capacitações e treinamentos – O SAMU Metropolitano de João Pessoa realiza constantemente treinamentos e capacitações com seus profissionais. Durante os meses de janeiro e fevereiro, houve capacitação para pilotagem em motocicleta, direcionado aos profissionais que atuam nas motolâncias”. As “motolâncias” são veículos que podem chegar ao local do acidente mais rapidamente, para que o paciente tenha os primeiros socorros o mais rápido possível. Após o atendimento com as motolâncias, uma ambulância chega ao local para remover o paciente, caso seja necessário.

Atendimento cardiovascular – Para agilizar o atendimento a pacientes que sofreram alguma complicação cardíaca, o SAMU tem desfibriladores externos automáticos nas suas Unidades de Suporte Avançado de Vida (USA). Além disso, já está implantado em João Pessoa o serviço de tele-medicina. Esse serviço foi implantando pelo Ministério da Saúde e atualmente funciona em poucas cidades do país, entre elas, João Pessoa. O tele-medicina equipa ambulâncias do SAMU com kits que irão permitir a análise de eletrocardiogramas em poucos minutos, diagnosticando o paciente antes que ele seja levado ao hospital. Em João Pessoa, profissionais do SAMU Metropolitano receberam o treinamento para operar o equipamento no final de 2009 e já realizaram 30 eletrocardiogramas utilizando a nova tecnologia.