Santa Isabel entra em reforma e urgências vão para Mangabeira

Por - em 36

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) vai transferir, devido a reformas, o atendimento de urgência e emergência do Hospital Geral Santa Isabel (HGSI), em Tambiá, para o Complexo Hospitalar de Mangabeira Governador Tarcísio Burity (CHMGTB), a partir da próxima segunda-feira (3). A secretária de Saúde, Roseana Meira, explicou que o Santa Isabel continuará funcionando, com capacidade para realizar cerca de 400 cirurgias eletivas, por mês. “A medida estrutura o atendimento de urgência e emergência e traumatologia no município e deve sanar problemas observados no sistema hospitalar da Grande João Pessoa”, avaliou.

O Complexo Hospitalar de Mangabeira – que inclui o Ortotrauma e o Pronto Atendimento em Saúde Mental – dispõe de 136 leitos e, após a transferência das atividades de urgência e emergência do Santa Isabel, atenderá as necessidades de saúde dos usuários que necessitam de atendimentos traumato-ortopédicos de urgência, emergências clínicas e cirúrgicas, emergência em saúde mental e atenção eletiva em ortopedia bucomaxilofacial. Além disso, o complexo funciona com um ambulatório de traumatologia e ortopedia para receber pacientes que têm alta do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa (unidade administrada pelo Estado).

Reforma – A secretária informou que, com a transferência da urgência e emergência do Santa Isabel, será possível a realização de uma reforma em parte do prédio que apresenta problemas estruturais. Mesmo assim, o hospital continuará funcionando com 50 leitos, sendo 10 na unidade de terapia intensiva (UTI), 30 para cirurgias eletivas e 10 para clínica médica e ambulatório de pessoas submetidas a intervenções de traumatologia, egressas do Hospital de Trauma. O Santa Isabel atende cinco especialidades: pediatria, clínica médica, cirurgia geral, traumato-ortopedia e trauma bucomaxilofacial.

“Estamos viabilizando uma série de diálogos com a Secretaria Estadual de Saúde e com todos os hospitais que atuam no atendimento de urgência e emergência, para apresentar os perfis dos dois hospitais (Hospital de Mangabeira e Santa Isabel), para que, de forma conjunta, haja pactuação de responsabilidades, bem como a estruturação da ‘porta’ de entrada dos serviços de urgência e emergência da Capital. Também estamos orientando os profissionais responsáveis pela unidades de saúde do bairro de Mangabeira e adjacências para evitar que pacientes da atenção básica (que podem ser atendidos nas USFs) busquem atendimento na rede hospitalar”, esclareceu Roseana Meira.