Santanna anima o ‘São João da Gente’ nesta quinta-feira

Por - em 157

O cantor, intérprete e declamador Santana, “O Cantador”, sobe ao palco na penúltima noite do ‘São João de João Pessoa – O Melhor da Gente’, nesta quinta-feira (28). Além do artista, o público também poderá dançar ao som do Swing Nordestino. Enquanto isso, no tablado da cultura popular, apresentam-se a Ciranda do Sol e o grupo Amigos do Forró. O evento acontece no Ponto de Cem Réis, a partir das 18h. A realização é da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope).

Santanna teve sua infância influenciada pelo aboio do vaqueiro nordestino e pelo canto das lavadeiras, rezadeiras, violeiros e emboladores. Decantar o lado mais positivo e autosuficiente do Nordeste é, portanto, um dos compromissos desse artista nascido em Juazeiro do Norte (CE).

A carreira profissional como cantor começou em 1992. Antes disso, ainda em 1984, Santanna conheceu Luiz Gonzaga, do qual se tornou amigo particular. Chegou a abrir shows e até ser vocal do grupo que acompanhava o “Rei do Baião”.

Na apresentação desta quinta-feira, no Ponto de Cem Réis, Santanna promete fazer destilar em seu repertório sucessos do cancioneiro nordestino, baseados em ritmos como xote, baião e forró. Isso tudo marcado pela boa poesia e versos de importantes poetas regionais. O resultado é um show com uma hora e meia de duração, em uma verdadeira reverência à nação nordestina.

Swing Nordestino – Às 21h, ainda no palco dos shows, é a vez do Swing Nordestino. O grupo, que tem 15 anos de fundação, traz no seu repertório sucessos do forró e relembra com frequência composições que foram sucessos nas interpretações de Flávio José, Trio Nordestino, Os Três do Nordeste, Alcymar Monteiro e outros nomes nacionalmente conhecidos. Ao longo da carreira, Swing Nordestino já gravou dez CDs e sua trajetória rendeu prêmios. Os músicos também chegaram a participar de festivais regionais e se apresentaram tanto no Nordeste como no Sul do País.

Ciranda do Sol – No palco da cultura popular, quem abre a programação da noite, por volta das 18h, é a Ciranda do Sol, do Bairro dos Novais. Herdeiro da tradição do mestre João Grande, Manoel Baixinho comanda o canto e o instrumental do grupo. Ele é natural de Serraria (PB) e foi um dos idealizadores do Centro Popular de Cultura do bairro. Também participou do documentário “Brincantes Visionários”. No repertório, estão cirandas e cocos de roda tradicionais, ao som de bombo, caixa e ganzá.

Amigos do Forró – O grupo é o segundo a se apresentar no palco da cultura popular, a partir das 19h. Iniciou suas atividades em 2007, formado por seis componentes (Edmilson, na zabumba; Maria das Dores, no triângulo; Roberto, no vocal; Magdala, no agogô; Jomar, na sanfona e Stanley, no cavaquinho). O principal objetivo da banda é reavivar o forró tradicional. Os músicos começaram a carreira tocando nos quintais das casas de amigos no Alto do Mateus e Centro de João Pessoa.

Tradição – A festa junina de João Pessoa é realizada pela Prefeitura Municipal, por meio de sua Fundação Cultural (Funjope), e atrai milhares de pessoas, entre moradores e turistas. São dezenas de atrações. A programação é considerada uma das mais tradicionais do País. Ou seja, é constituída, exclusivamente, por grupos e artistas nacionais e locais que tocam os ritmos considerados as matrizes do forró (baião, xote, xaxado, rojão, xamego, balanço, miudinho, forró-samba e quadrilha, ou arrastapé). Além do palco para shows há um espaço para as apresentações de grupos da cultura popular (coco, ciranda, emboladores, repentistas).  Este ano, os homenageados são Luiz Gonzaga e a cantora pernambucana, radicada na Paraíba, Marinês, conhecida como a “Rainha do Xaxado”.

Confira abaixo a programação das duas últimas noites:

Local: Ponto de Cem Réis (Centro Histórico de João Pessoa)

Horário: 18h

28/06 (quinta-feira)

18h – Ciranda do Sol (cultura popular)

19h30 – Amigos do Forró (cultura popular)

21h – Swing Nordestino (palco)

22h30 – Santanna (palco)

29/06 (sexta-feira)

18h – Ciranda Tupinambá, do Mestre Carboreto (cultura popular)

19h30 – Flor de Caruá (cultura popular)

21h – Os Três do Xamego (palco)

22h30 – Flávio José (palco)