Saúde distribui preservativos com passageiros na Rodoviária de JP

Por - em 16

Os passageiros que utilizam o Terminal Rodoviário da Capital vão receber, nesta sexta-feira (1º de fevereiro), preservativos e material educativo sobre a prevenção de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). Esta ação quer conscientizar as pessoas que vão viajar a não se descuidarem na prevenção às doenças sexualmente transmissíveis, principalmente à AIDS. Ainda haverá distribuição de ‘bandanas’ com a frase ‘Tenho atitude, uso camisinha’ e apresentação de orquestra de frevo.

A atividade está sendo realizada pela empresa de ônibus Guanabara em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que repassou 2.500 preservativos e folders da campanha de combate à Aids no Carnaval 2008. A distribuição do preservativo e do material informativo será feita no embarque e no desembarque dos passageiros e no guichê da empresa Guanabara, para as pessoas que irão brincar o Carnaval no interior da Paraíba e em outros estados nordestinos. “A idéia é que as pessoas viagem no clima dos festejos, mas sem esquecer de usar a camisinha e cuidar de si e do próximo”, explicou o gerente da empresa de ônibus, José Inácio Gomes.

O coordenador de DST/Aids da SMS, Roberto Maia, informou que a empresa solicitou o material para despertar nos passageiros a importância do uso do preservativo e informações sobre prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. “Essa foi uma iniciativa importante, principalmente pelo grande número de turistas que circulam por João Pessoa no período carnavalesco”, explicou.

Além de orientação, o coordenador destacou que cada passageiro receberá um preservativo, pois a ação tem caráter educativo e não pretende abastecer o turista para todo o Carnaval. Ele explicou que o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), que até o dia 7 de fevereiro atende na avenida Rui Barbosa, no bairro da Torre, e vai funcionar no Cais de Jaguaribe a partir do dia 11 de fevereiro, fornece orientação e preservativos mensalmente.

A SMS adquiriu este ano 80 mil preservativos para abastecer o período da festa de ‘Momo’, devido ao atraso na entrega do material pelo Ministério da Saúde. A distribuição dos preservativos e material educativo entre os blocos do projeto ‘Folia de Rua’ está sendo feita pelo Movimento do Espírito Lilás (MEL). “Nos desfiles de cada bloco do Folia de Rua, estamos montando um estande para a distribuição de preservativos e informações sobre prevenção de doenças sexualmente transmissíveis”, explica Roberto Maia.