Saúde, educação e infra-estrutura, prioridades da 7ª região para 2010

Por - em 23

O ginásio da Escola Municipal Américo Falcão, no bairro do Cristo Redentor, ficou pequeno para os mais de 400 moradores da 7ª região orçamentária que participaram, na noite da terça-feira (10), de mais uma audiência regional do Orçamento Democrático, que está na primeira fase do ciclo 2009. O prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB), esteve presente e ouviu as reivindicações e propostas dos moradores de bairros e comunidades, que elegeram como prioridades da região para 2010 a saúde, educação e infra-estrutura.

Na platéia, pessoas residentes nos bairros de Jaguaribe, Cristo e comunidades como Bela Vista, Boa Esperança, Paulo Afonso, Bom Jesus e outras. Eles preencheram formulários e elegeram as prioridades a serem trabalhadas no próximo ano. A região já foi beneficiada com construção de escolas, ginásios, Unidades de Saúde da Família, pavimentação de ruas e praças. Porém, novas obras devem começar a ser executadas, conforme indicações feitas pela população.

Benefícios – O prefeito escutou um a um os pedidos dos representantes de comunidades e bairros, esclareceu dúvidas e garantiu novas benfeitorias. Entre as obras, Ricardo Coutinho garantiu a conclusão do projeto de urbanização do Boa Esperança. Lembrou que na área da habitação, 144 casas foram construídas e em 2009 outras 181 moradias serão entregues, e ainda há 126 residências garantidas pelo Programa de Arrendamento Residencial (PAR).

Outras 199 famílias foram relocadas para o Condomínio Residencial Gervásio Maia. “Nossa política habitacional é exemplo para todo o Brasil. Recentemente, João Pessoa foi eleita cidade modelo pelo Governo Federal por se destacar na construção de casas e trabalhar o conselho de habitabilidade”, lembrou aos presentes.

Saúde – O prefeito Ricardo Coutinho não deixou de lembrar ainda que o município investe 20% de seu orçamento em saúde. Este percentual é além do determinado por lei, segundo ele. “Temos R$12 milhões a mais em verbas disponibilizadas para a saúde. Essa região está entre uma das mais beneficiadas. Temos aqui a construção de Unidades de Saúde da Família (USFs). Em abril, vamos inaugurar o Centro de Atendimento Psicossocial (Caps), forte aliado na luta contra o tráfico de drogas e a dependência química, ajudando esses jovens e famílias a se livrarem desse tormento”, comemorou.

Educação – Já na educação, Ricardo lembrou que o ensino vem melhorando durante a gestão e disse que esta pode ser uma garantia de futuros profissionais e universitários mais preparados para o mercado de trabalho. “Nossos investimentos chegam a R$ 22 milhões em toda a cidade. Aqui nesta região já temos 13 ginásios de esporte, reforma e construção de escolas e a implantação do Prêmio Escola Nota 10, reconhecendo os valores e profissionais da área”, concluiu.

Durante a audiência regional foi debatida a questão das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que muitos moradores tinham dúvidas, e a pavimentação de vias. A reunião do Orçamento Democrático foi considerada positiva por moradores que participaram “Achei muito bom, porque ele esclareceu dúvidas que eu tinha em relação ao calçamento da minha rua”, disse Maria José Cabral. “Eu gostei, porque falei diretamente com o prefeito. Era difícil ver isso em outros governos”, comemorou José Ribeiro.