Saúde promove palestras sobre influenzas sazonal e A (H1N1)

Por - em 24

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através da Diretoria de Vigilância à Saúde (DVS), realizará duas palestras sobre a influenza sazonal e influenza A (H1N1) para profissionais de saúde, representantes de hospitais e funcionários da Estação Cabo Branco, Ciência, Cultura e Artes. A primeira palestra acontece na sede da SMS a partir das 8h30 desta sexta-feira (24). A segunda acontece na Estação Cabo Branco, no dia 29 de julho, das 12h30 às 13h30.

De acordo com a diretoria de Vigilância à Saúde, Julia Vaz, todos os hospitais da cidade foram convidados a participar da palestra. “Nós convidamos os núcleos hospitalares de Vigilância Epidemiológica e as comissões de infecção dos hospitais geridos pela Prefeitura de João Pessoa, assim como hospitais particulares, geridos pelo Estado ou filantrópicos. O objetivo é passar para todos eles as novas estratégias para monitoramento e combate tanto da Influenza Sazonal quando da influenza A ”, explicou.

Julia Vaz disse ainda que uma das estratégias a serem apresentadas será o monitoramento das internações por pneumonia e por influenza de forma geral. “Esperamos que pelo menos dois representantes de cada hospital compareçam a esta reunião”, comentou.

Além da palestra, serão distribuídas orientações sobre a influenza para serem afixadas nas emergências dos hospitais.

Julia Vaz informou ainda que a equipe de Vigilância à Saúde recebeu um convite para fazer palestra para os funcionários da Estação Cabo Branco. “Como eles recebem muitos turistas, querem saber como proceder, então, daremos uma palestra, das 12h30 às 13h30”, explicou.

Escolas – A diretora de Vigilância à Saúde disse ainda que os pais não precisam ter pânico quanto à presença dos seus filhos nas escolas. “Ainda não temos casos em João Pessoa que justifiquem que façamos uma ação direta nas escolas. O Ministério da Saúde ainda não está adotando nenhuma medida exclusiva para as escolas”, disse.

Julia Vaz disse ainda que as orientações para as escolas são as mesmas para toda a sociedade. “As pessoas devem lavar as mãos com frequência e, se forem tossir ou espirrar, devem cobrir boca e nariz com as mãos e depois lavar as mãos ou usar álcool em gel”, orientou. Segundo ela, nenhuma pessoa morreu vítima de qualquer tipo de influenza em João Pessoa.