Saúde realiza oficina de auto-estima para mulheres com HIV/Aids

Por - em 18

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promoverá a primeira ‘Oficina de auto-estima para mulheres vivendo com HIV/Aids’. O evento acontecerá no dia 31 deste mês, no Hotel Netuanah (bairro do Cabo Branco), das 8h30 às 17h. O objetivo é incentivar essas mulheres a seguir o tratamento e dar oportunidade para que troquem experiências.

O diretor do Centro de Testagem e Aconselhamento em DST/Aids e chefe da seção DST/Aids, Roberto Maia, esclareceu que essas mulheres se reunirão em uma ONG. “Percebemos essa dificuldade em se reunirem. Por isso, desde dezembro estamos realizando reuniões mensais, para que elas troquem experiências. No entanto, vimos que ainda há a necessidade de sensibilização e por isso estamos fazendo este evento”, comentou.

Ele disse ainda que a sensibilização é importante para que as mulheres possam continuar com o tratamento proposto. “Quando não estão bem com a comunidade e a família, elas param ou não fazem direito o tratamento. Conversar com outras mulheres, que passam pelos mesmos problemas faz com que elas fiquem melhores, psicologicamente falando”, disse.

Dados do Centro de Testagem e Aconselhamento em DST/Aids mostram que do total de mulheres com HIV positivo, que têm companheiros também com HIV positivo, 26,4% disseram que sabiam que o companheiro já vivia com a doença, 9,6% disseram desconhecer e 64% afirmaram que têm múltiplo parceiros.

Dados sobre a doença

– Das 1.024 pessoas identificadas como doentes de AIDS em João Pessoa entre 1985 e 2008, 72,2% são do sexo masculino e 27,8% do sexo feminino;

– Por categoria de exposição, 16,34% são homossexuais, 13,46% bissexuais, 47,97% heterossexuais, 3, 45% são usuários de drogas, 0,82% se contaminaram por transfusão hemofílico-perinatal e 18,96% tem a categoria de exposição desconhecida;

– Por raça, 30,32% são brancos, 3,56% (negros), 0,71% (amarelos), 54,90% (pardos) e 10,51% têm raça ignorada;

– Por faixa etária, 4,3% têm menos de 13 anos, 1,4% (entre 16 e 20 anos), 23,9% (entre 21 e 30 anos), 39,4% (entre 31 e 40 anos), 20,2% (entre 41 e 50 anos), 8,6$ (entre 51 e 60 anos) e 2,2% (mais de 61 anos).