Secitec abre 2200 vagas para cursos de formação em tecnologia e empreendedorismo

Por Samara Souza - em 1742

A Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secitec) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) entra em seu 3º ciclo de formação de 2019 e anuncia a abertura de mais 2200. Serão 11 cursos, sendo quatro deles com certificação internacional pela Cisco Networking Academy. As inscrições estão abertas até o preenchimento das vagas e podem ser feitas  Online.

Serão 200 vagas para cada curso, somando um total de 2200 oportunidades. Os alunos não precisam ter experiência na área e não existe pré-requisito para fazer as inscrições, que são totalmente gratuitas. Para dar início ao curso, os alunos precisam apenas ter um computador com acesso à internet.

O secretário Durval Ferreira ressaltou que os ciclos de formação da Secitec ampliaram as opções para que os alunos suprissem as necessidades do mercado de trabalho exigidas pelas empresas. “Conversamos com algumas empresas do nosso ecossistema de tecnologia e percebemos a necessidade de aprofundamento do conhecimento em tecnologia e áreas correlatas. Por esse motivo, estamos oferecendo os cursos introdutórios em programação em C++”, explica.

Entre as opções oferecidas com certificação internacional pela Cisco Networking Academy estão Entrepreneurship (Empreendedorismo), Get Connected (Conecte-se), Introduction to Cybersecurity (Introdução a Cibersegurança), Introduction to IoT (Internet das coisas). A pasta disponibilizou mais cinco opções em capacitação em marketing (Prática da Inovação e Criatividade, Introdução ao Gerenciamento e Gestão de Projetos, Introdução ao Marketing Digital, Introdução ao Design com Photoshop e Introdução do Design com Corel Draw) e dois cursos em programação (Introdução à Programação em C++ e Introdução à Programação de Jogos em Unity 2D com C++).

“Estamos investindo na formação e capacitação dos alunos porque João Pessoa está se tornando uma cidade inteligente, gerando uma aceleração na evolução tecnológica e a necessidade de adequação ao novo mercado de trabalho”, afirma Durval Ferreira.