Secretaria das Mulheres realiza aula de abertura do curso de Doulas Comunitárias e Educadora Perinatal

Por Hellen Nascimento - em 358

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPPM), realizou na manhã desta quinta-feira (19) a abertura do curso de Doulas Comunitárias e Educadora Perinatal para as 30 profissionais selecionadas para prestação de serviço voluntário. A solenidade aconteceu no auditório do Paço Municipal, Centro.

Na oportunidade também foi apresentada a palestra “O direito das mulheres e sua relação com o parto e o nascimento no Brasil”, ministrada pela mediadora do ‘Projeto Apice on’ do Ministério Da Saúde (MS).

Segundo a secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Adriana Urquiza, essa é uma política pública extremamente necessária. “Essa formação foi ampliada para que a doula acompanhe a gestante não apenas durante o parto, mas também no pré-natal e puerpério, momentos igualmente importantes na vida dessa mulher. Portanto essa qualificação é fundamental para questão da humanização do parto e nascimento. Assim as futuras doulas serão capazes de acolher e acompanhar da melhor forma a mulher em todo esse importante processo” declarou.

De acordo com a vice-presidente da Associação de Doulas da Paraíba, Tayna Jovino Borja, o Instituto Cândida Vargas (ICV) é pioneiro no curso de formação de doulas. “Vemos uma grande oportunidade na inserção dessas doulas para ajudar na humanização do parto e nascimento na Paraíba, visto que já uma iniciativa do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde, então as mulheres que são assistidas pelo SUS têm esse direito assegurado por lei. Já é comprovado cientificamente que as doulas trazem inúmeros benefícios para a mulher”, explicou.

Para Valéria Cristina Araújo Duarte, umas das doulas que fará o curso, foi uma grande emoção ter sido selecionada. “Chorei muito quando vi meu nome na lista de selecionadas. Minha grande motivação foi poder doar um pouco de mim, do meu tempo e compartilhar meu amor e minha experiência de vida com outras mulheres. Já vivenciei momentos assim com minha filha, cunhada e uma amiga, mas agora quero realmente me profissionalizar. Estou muito feliz”, afirmou.