Secretária de Educação visita escola e alunos aprovam merenda

Por - em 23

A volta às aulas nesta terça-feira (5) para os alunos do turno da tarde da Escola Municipal de Ensino Fundamental Índio Piragibe, no bairro de Mangabeira VII, em João Pessoa, contou com a presença da secretária de educação da Capital, Ariane Sá, que foi até o local para conferir de perto a merenda escolar que estava sendo servida aos mais de 370 alunos que aprovaram o novo cardápio elaborado pela Sedec.

Além disso, os alunos passaram a contar a partir desta terça a volta das merendeiras e do preparo das refeições na própria escola com turmas do primeiro ao nono ano.

Assim que o intervalo começou, pontualmente às 15h, os estudantes saíram das salas e foram direto para o refeitório, onde foi servido o lanche. O cardápio de hoje contou com biscoito e iogurte de morango, um dos preferidos da aluna, Larissa Marcolino de Sousa, de 11 anos. “Eu adoro a comida daqui, gosto muito, é boa mesmo, como todo dia”, assegura a pequena revelando que tem outros três irmãos que também estudam nas escolas do município, pois, a mãe diarista e o pai pedreiro não têm condições de pagar uma escola particular.

A presença da secretária de educação, Ariane Sá, e da imprensa, que foi cobrir a inspeção, não inibiu o apetite dos alunos que mesmo sendo filmados e fotografados não se intimidaram e aproveitaram o lanche do primeiro dia de volta às aulas. No cardápio, elaborado pela nutricionista supervisora da merenda para essa semana está: macarronada com carne moída, soja e suco de cajá, na quarta-feira (6); pão com queijo e suco de acerola, na quinta (7); e sopa de legumes com carne e macarrão, na sexta (8).

A secretária Ariane Sá revelou que essa era a terceira escola visitada nesta terça e que estava satisfeita com o que tinha presenciado. “Hoje pela manhã estivemos em duas escolas acompanhando o horário da merenda e vendo se os alunos estão gostando. Agora à tarde estamos fazendo apenas essa visita, porque o horário do intervalo é o mesmo em todas as escolas e ficaria muito corrido”, justificou Ariane que fez questão de acompanhar todo o intervalo da merenda.

A diretora da escola, Francineide Candido de Morais, que há nove anos dirige o colégio, que tem mais de mil alunos com idades de 6 a 14 anos, aproveitou a visita da secretária para falar sobre os programas de inclusão que são desenvolvidos na unidade educacional. “Temos 54 alunos com deficiência auditiva que estão inseridos no programa de inclusão de pessoas com deficiência, para isso contamos com tradutores de Libras (língua dos sinais)”, concluiu.