Secretaria de Saúde realiza evento para deficientes auditivos

Por - em 25

Um grupo de 20 pessoas portadoras de deficiência auditiva participou na tarde desta quinta-feira (09) de uma palestra sobre Aids, Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST’s), além da melhor forma de se prevenir no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), no bairro do Expedicionários. A apresentação é parte de uma série de palestras voltadas para pessoas surdas, que conta com intérpretes de Libras, a linguagem de sinais usada pelas pessoas com alguma deficiência auditiva.

Iniciadas no mês de junho, as palestras têm como objetivo inserir as pessoas surdas no atendimento que é disponibilizado pela rede municipal. De acordo com técnica da Área de pessoas com deficiência da SMS, Walquíria Nascimento, são os próprios surdos que escolhem os temas para serem debatidos. “Já conversamos sobre Diabetes e Hipertensão, e também apresentamos o projeto ‘Consultório de Rua’, que trabalha com usuário de drogas. Esse tema voltado para sexualidade é uma demanda antiga desses usuários”, afirmou Walquíria, que começou a desenvolver o projeto no Centro de Atenção Integral à Saúde (CAIS) no Cristo.

Atualmente, cada um dos cinco distritos sanitários que abrangem a região de João Pessoa conta com um tradutor de libras para atender as pessoas surdas. Ivanice Alves é tradutora de Libras, trabalha no Distrito Sanitário V, e avalia a ação da SMS como uma oportunidade de inserção social das pessoas surdas. “Muitas dessas pessoas não tem acesso a nenhum tipo de informação, nem mesmo pela família. Com esses encontros, é possível transmitir além de informações específicas, noções de cidadania”, afirmou a tradutora.

Esse também é o pensamento do estudante Jerivan Soares, freqüentador assíduo das palestras. Com a ajuda da tradutora, ele explicou a importância dessa iniciativa. “Aqui posso esclarecer minhas dúvidas, pois acima de tudo, somos iguais e temos os mesmos direitos à informação”, resumiu.