Secretária mostra números que provam avanços na educação

Por - em 46

A secretária de Educação do Município, Ariane Sá, destacou, durante entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (6), o bom resultado no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) em 2009, obtido por escolas do município, que superaram a meta de 3,3 pontos. Duas delas conseguiram notas bem mais altas, 5,8 e 6,0. Os dados divulgados na quinta-feira (1º) mostram o desempenho dos estudantes da 4ª série ao 9º ano em escolas de todo o Brasil.

“Algumas escolas do município superaram a meta estabelecida pelo Ideb para 2009, que foi de 3,3 pontos, alcançando 4,0 pontos, o estabelecido para o ano de 2013. Em 2011 esperamos atingir a meta estabelecida para 2015,” disse Ariane Sá. A secretária respondeu as perguntas feitas pelos jornalistas sobre projetos desenvolvidos, projeções para o futuro, investimentos do Governo Federal e sobre programas como o de capacitação dos professores da rede, que tem acontecido de forma continuada.

“Nós temos desenvolvido diversos projetos de qualificação e estímulo aos nossos professores, a exemplo do Escola Nota 10, que usa os mesmos critérios do Ideb. As escolas que conseguiram o melhor desempenho no Ideb, também tiveram bom desempenho no Escola Nota 10, o que demonstra o bom desempenho de nosso projeto. Outro programa é o de Apoio Pedagógico, em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Ao todo são 400 estagiários da UFPB, que dão suporte aos nossos professores em sala de aula”, destacou.

Os indicadores que testaram o bom desempenho das escolas do município são cinco: baixa evasão, distorção de idade, estrutura física, aprendizado e apoio pedagógico. “Nós temos desenvolvido diversos projetos para estimular o aluno a aprender, como o Ciranda Curricular, onde os alunos têm cursos de informática, artesanato e ginástica; o projeto Leitura Compartilhada, de Cordel e o Ano Cultural. Há também o comprometimento da família dos alunos, dos funcionários e de toda a direção da escola, todos juntos no objetivo de melhorar cada vez mais o ensino ”, disse Ariane.

A prefeitura já investiu nos últimos quatro anos cerca de R$ 44 milhões só na estrutura física das escolas e até 2012 a previsão é que mais R$ 37 milhões sejam investidos. O município possui 92 escolas e 39 creches. De acordo com Ariane Sá, a prefeitura irá continuar investindo maciçamente na educação e as duas grandes metas e desafios a serem alcançados ainda é a inclusão de crianças entre 4 e 5 anos na educação infantil e a alfabetização de jovens e adultos, citando o programa ‘Sim, Eu Posso’, que tem avançado nesse sentido.

Escolas Vencedoras – A Escola Municipal José Novaes, localizada no Bairro dos Novaes, alcançou nota 6.0, o maior índice do Estado na Prova Brasil de 2009, obtida pelos alunos do 5º ano. A nota é vista como sinônimo de qualidade, uma vez que 6.0 é a média registrada em países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e foi adotada pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC) como objetivo para ser alcançado no País até 2021.

A Escola Municipal Aruanda, nos Bancários, também obteve nota alta no Ideb, ficando com 5,8. No Fundamental I, das 88 escolas avaliadas, 81 melhoraram o Ideb. Já no Fundamental II, das 68 escolas avaliadas, 56 avançaram. Em todo o Brasil, apenas 5,7% das escolas públicas do ensino fundamental alcançaram 6,0 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, que avalia o ensino básico no país.

“João Pessoa continua avançando na educação. É o que demonstra claramente os dados divulgados pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC). Isso é uma prova de que o ensino nas escolas públicas da Capital está cada vez melhor”, finalizou Ariane Sá.