Sedes e Sejer promovem atividades recreativas para usuários dos Centros de Referência

Por Fátima Sousa - em 160

Muitas brincadeiras e atividades esportivas. São as atividades que serão vivenciadas na tarde desta quinta-feira (18), por mais de 200 jovens e crianças usuárias do Serviço de Convivência e fortalecimento de Vínculo (SCFV), na Vila Olímpica, no Valentina.

A ação tem início às 14h e participam usuários de sete Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) dos bairros do Alto do Mateus, Cristo Redentor, Cruz das Armas, Ilha do Bispo, Mandacaru e São José.

As atividades para este público começaram na tarde desta quarta-feira (17), e tiveram a participação dos usuários dos Centros de Referência em Assistência Social (Cras) de moradores do Valentina, Mangabeira, Padre Zé, Gervásio Maia, Grotão e Gramame. A programação termina no dia 6 de fevereiro com um baile de Carnaval, com a participação de grupos de Convivência da Pessoa Idosa.

A pequena Vitória Freire, de 8 anos de idade, que está participando das atividades na Vila Olímpica encontrou uma distração para o período das férias escolares. “Eu e minhas amigas estamos brincando e se divertindo demais. Já visitamos o museu da Energisa e fizemos passeio na Praça da Paz. Esse dia foi muito bom”, revelou a garota. Ela é atendida pelo Cras do bairro Padre Zé.

A Colônia de Férias faz parte das ações da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), através da Diretoria de Ação Social (DAS), em parceria com a Secretaria de Esporte e Juventude (Sejer), Turismo, Mobilidade Urbana (Semob), Meio Ambiente (Semam), Limpeza Urbana (Emlur), Energisa e Unimed.

Seteriorização – O secretário adjunto da Sejer, Rodrigo Trigueiro, considerou de grande importância a parceria na ação. “É uma ação que abre espaço para a população e contempla a seteriorização entre as secretarias municipais”, destaca. Fora desta atividade, ele diz que a Sejer atende em torno de 3 mil usuários de unidades municipais, com atividades diversas, além de desportivas, artesanato, inclusão digital, dança, hip hop, capoeira e outras.

A orientadora educacional Núblia Oliveira, do Cras/Grotão, lembra que a Colônia de Férias é a consolidação do trabalho realizado durante todo o ano. “É uma atividade socioeducativa, de integração e fortalecimento de vínculos entre os usuários e equipes de trabalho”, diz.