Sedesp vai identificar perfil da economia informal em João Pessoa

Por - em 24

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável da Produção (Sedesp) vai identificar o perfil da economia informal em João Pessoa. Para isso serão entrevistados 1,2 mil micro e pequenos empreendedores de 48 bairros da Capital, todos eles beneficiários do Programa Municipal de Apoio aos Pequenos Negócios (Empreender-JP). Nesta quinta-feira (28) uma equipe da Sedesp começou a aplicar os primeiros questionários em uma parte da amostragem para testar a operacionalização e metodologia da pesquisa. Depois da análise desse levantamento inicial, a Sedesp vai definir uma data para início dos trabalhos oficiais.

A pesquisa ‘Economia Informal Urbana’ (ECINF) foi preparada pela Sedesp dentro dos mesmos parâmetros do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de modo que os dados possam ser comparados com o levantamento nacional e estadual. Desta forma, os pesquisadores poderão dimensionar o setor informal pessoense dentro da economia paraibana, segundo explicou o coordenador do trabalho, José Trajano de Sousa Neto.

De acordo com o coordenador da pesquisa, a Sedesp deve iniciar a pesquisa de campo nas próximas semanas. Os trabalhos ficarão por conta de uma equipe de estagiários sob a supervisão de técnicos da Secretaria. Os entrevistados responderão a um total de 35 perguntas, entre elas, se possuem registro na Junta Comercial, se empregam funcionários, qual o grupo de atividade desenvolvida e o valor da receita mensal.

José Trajano explica que a ECINF visa captar o papel e a dimensão do setor informal dentro da economia pessoense. Ela procura identificar os proprietários de negócios informais, se são trabalhadores por conta própria ou pequenos empregadores, quais as características dos domicílios em que moram e, através desses dados, investigar o funcionamento das unidades produtivas.