Seinfra aplica microrrevestimento em vias do Cabo Branco

Em 0 46

A Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) de João Pessoa conclui até o fim desta semana a aplicação do microrrevestimento asfáltico na avenida que margeia a barreira do Cabo Branco. A via possui três nomes – Edvaldo Bezerra/ José Eduardo Holanda e Frutuoso Dantas. A intervenção faz parte das ações voltadas para a mobilidade urbana da cidade, uma vez que o melhoramento do asfalto se reverte em economia de tempo e na qualidade de vida para os motoristas.

“O produto aplicado aumenta o tempo de vida útil do pavimento em cerca de três anos, pois restaura microfissuras e impermeabiliza a superfície do pavimento”, explica o secretário de Infraestrutura, Marcelo Cavalcanti. Segundo ele, o pavimento das vias selecionadas para a aplicação do microrrevestimento está em estado regular, apresentando apenas pequenas fissuras.

Serviço – O trabalho está sendo executado em apenas uma semana, iniciado na altura do girador próximo a praia do Seixas, seguindo pela avenida que margeia a barreira até o semáforo da avenida Monsenhor Odilon Coutinho, próximo ao giradouro do Altiplano. Nesse ponto, o serviço de aplicação do microrrevestimento seguiu a direita pela avenida Monsenhor Odilon Coutinho em direção a orla do Cabo Branco.

Material – O microrrevestimento difere do recapeamento asfáltico tanto na execução do processo, como na aplicação de materiais. O recapeamento trata-se de uma camada mais espessa de asfalto, ideal para pavimentação asfáltica que apresente alto nível de desgaste, rachaduras, remendos e buracos. Este é geralmente aplicado em vias que registram alto índice de veículos em trânsito diariamente.

Podemos citar como exemplo duas vias que em breve serão restauradas pela Seinfra, a João Machado e a Maximiliano Figueiredo (ambas no Centro). A avenida João Machado já foi recapeada há alguns anos, porém se faz necessário uma nova aplicação de asfalto já que o pavimento esta desgastado devido a ação do tempo e ao fluxo intenso de veículos. Já a Maximiliano Figueiredo apresenta uma boa qualidade na vida útil do pavimento, necessitando apenas de uma microcamada de asfalto que irá impermeabilizá-la.

Além do Centro da cidade, esse material será aplicado em outros bairros, a exemplo de Mangabeira. Depois de concluído o serviço nas ruas Edvaldo Bezerra/ José Eduardo Holanda e Frutuoso Dantas (Cabo Branco), a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) fará a sinalização horizontal de toda a extensão da via.