Semana da Alimentação termina em escola no bairro do Geisel

Por - em 29

No encerramento da Semana da Alimentação, na manhã desta sexta-feira (19), na Escola Municipal José Eugênio, localizada no bairro Ernesto Geisel, os alunos do pré-escolar ao quarto ano do Ensino Fundamental fizeram apresentações artísticas, abordando os cuidados e a importância dos alimentos. No ‘Data Show’, nome dado a esses encontros em datas comemorativas, essas crianças recitaram poesias, cantaram músicas e deram orientações aos colegas sobre essa temática. Além disso, puderam saborear várias frutas no lanche, que fizeram parte do cardápio elaborado por eles mesmo durante toda a semana.

O cardápio escolar dessa escola, assim como de todas da rede municipal, é bem equilibrado e rigoroso na combinação das vitaminas, proteínas, cálcio, minerais, dentre outras fontes saudáveis. Especialmente nesta semana, os alunos escolheram o que queriam comer, levando em consideração o que aprenderam durante todo o ano sobre a boa alimentação.

O lanche que mais parece almoço vem proporcionando um sabor especial na vida de cada aluno, tanto no aspecto educacional (aquisição de bons hábitos), como no aconchego que eles recebem ao se sentirem alimentados, fortes e preparados para enfrentar o dia. De acordo com a supervisora alimentar dessa escola, Hilda Eunice, existe um controle muito rigoroso quanto ao tipo de alimento e quantidade ideal para cada criança.

Encerramento – Na hora tão esperada (do lanche), as crianças, por série, foram até o refeitório em fila e lá as merendeiras já esperavam por eles. Com luvas nas mãos e toucas na cabeça, elas perguntavam a eles quais das frutas (melão, melancia, banana, abacaxi e mamão) queriam comer.

No ‘Data Show’ – que na verdade é a expressão artística de cada turma sobre temas especiais, as crianças do pré-escolar cantaram a música ‘Come come que a mamãe fica contente’ e todos estavam com máscaras em formato de frutas cobrindo os rostos. Outros alunos das séries acima, recitaram poemas, fizeram adivinhações e apresentaram informações sobre a importância da alimentação. Essa atividade foi o resultado de um trabalho de conscientização realizado durante todo ano e que foi intensificado com a Semana da Alimentação, que teve início desde a terça-feira (16), no ‘Dia Mundial da Alimentação’.

Alimentação saudável
– Além da preocupação da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), ao longo desses três anos, em modificar o comportamento alimentar das crianças das escolas municipais, inserindo hábitos saudáveis no seu dia-a-dia, existe um acompanhamento nutricional e de supervisão dentro de cada escola, que permite ao Setor de Alimentação da Secretaria da Educação (Sedec) ter o controle do desenvolvimento alimentar desses alunos.

“Quinzenalmente, cada supervisora alimentar, apresenta um relatório sobre aquela semana ao setor de Alimentação. Nesse relatório, colocamos todos os detalhes do cardápio, como nome dos alimentos, quantidade do produto em unidade, em grama e a quantidade que o aluno comeu. Se sobrar muita comida, porque o aluno não gostou do cardápio, apresentamos o problema em reunião para solucioná-lo”, relatou Hilda Eunice. Ela afirmou que os alunos sempre são consultados para saberem a preferência naquele momento, pois ela disse que nada é imposto.

Cardápio – Nesta Semana da Alimentação, os alunos elaboraram o cardápio bem gostoso e nutritivo, formado por sopa de legumes (carne, cenoura, couve-folha, abóbora, tomate, coentro e batatinha); na quarta-feira, eles comeram arroz com frango e salada; na quinta foi escolhida a sopa de feijão para compor o cardápio e encerraram com o self-service de frutas.

De acordo com uma tabela nutricional, seguida nessa escola, cada criança da pré escola até a quarta-série (ente 5 e 10 anos) deve comer, por dia, uma quantidade ideal para crescer saudável. Como exemplo temos a almôndega (15 a 20g); batata inglesa ( 20g); canjiquinha (20g); carne bovina (40 a 50g); ovos (25 a 50g); frango (60 a 70g); queijo (25g), dentre outros alimentos.

Neste mês de outubro o lanche, que mais parece um almoço, foi elaborado dentro desses padrões e resultou em receitas saborosas, coloridas e saudáveis. Macarrão com sardinha, iogurte com biscoito, mungunzá, cachorro quente, sopa, arroz com carne moída e purê de batata, vitamina de banana com pão doce, foram algumas das refeições dos alunos.