Semana de vídeodança e a edição do projeto ‘Alvo-visual’, no Casarão 34

Por - em 23

A Unidade Cultural Casarão 34, localizada na praça Dom Adauto, Centro de João Pessoa, realiza durante esta semana diferentes atividades das áreas de dança e cinema, a exemplo da oficina de vídeodança ‘Kino-Coreografias: entre o corpo e a câmera’, ministrada pelo videasta Alexandre Veras, que teve início nesta segunda-feira (26) e continua até sexta-feira (30), no período da manhã.

Já a ‘Mostra de Vídeodança’ está acontecendo até a quarta-feira (28) no mesmo local e o Casarão 34 exibe ainda, na próxima quinta-feira (29), a partir das 18h, a edição mensal do projeto ‘Alvo-visual: diálogos com a imagem’, numa promoção da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), através da sua Fundação Cultural (Funjope).

A Mostra – Na ocasião, serão apresentados e debatidos trabalhos de vídeodança criados em diferentes países latino-americanos, a exemplo de Brasil, Uruguai e Argentina. Após a exibição, tem início um debate coordenado por Alexandre Veras, com a participação de videastas, coreógrafos e bailarinos. A discussão é aberta a qualquer pessoa interessada em pesquisar a relação entre corpo, movimento, espaço, imagem e som.

A mostra tem o objetivo de investigar a relação entre o audiovisual e a dança não como um novo gênero, mas um espaço de pesquisa atravessado por variações que vão da antropologia às artes visuais e às novas tecnologias.

Alexandre Veras atualmente é diretor da Organização Não-Governamental (ONG) ‘Alpendre’, um espaço de pesquisa, formação e produção voltado para a arte contemporânea, onde coordena o Núcleo de Vídeodança.

‘Alvo-visual’ – A sessão mensal do projeto acontece nesta quinta-feira (29), a partir das 18h, com a exibição do documentário ‘Naqoyqatsi – A guerra como forma de vida’, de Godfrey Reggio, lançado em 2002 nos Estados Unidos, com duração de 89 minutos. Após a exibição, haverá uma conversa coordenada por Juliano Gonçalves, mestre em multimeios.

O projeto se propõe a difundir conteúdos audiovisuais, a exemplo de filmes de curta, média e longa duração, fomentando o diálogo entre o audiovisual e outras linguagens artísticas, como literatura, artes plásticas, teatro, artes gráficas e fotografia, dando acesso à população, a filmes que pouco circulam nos meios de difusão tradicionais. A idéia é exibir filmes selecionados e ‘defendidos’ por convidados de diversas áreas de conhecimento que, de modo variado, desenvolvem ações com audiovisual.

O filme – ‘Naqoyqatsi – A guerra como forma de vida’ é o terceiro filme da trilogia ‘Qatsi’ (o primeiro, ‘Koyaanisqatsi’ (1984), o segundo ‘Powaqqatsi’ (1987), e finalmente ‘Naqoyqatsi’). Trata-se de um documentário de imagens e música, que assenta nos contrastes entre as perfeitas criações da ‘mãe natureza’ e os sempre questionáveis produtos da mão humana. Tal como os filmes anteriores, baseia-se em imagens de beleza inquestionável. De confusão calculada, de medos aleatórios e manipulados, enfim, do mundo criado pelo homem.

Mais informações pelos telefones 3218-5502 e 3218-9708, ou na sede da Unidade Cultural Casarão 34, localizada na praça Dom Adauto, 34, no Centro pessoense.