Seminário debate ações para reduzir danos causados pelo consumo de drogas

Por - em 37

Com o objetivo de discutir uma estratégia de saúde pública para minimizar os danos causados pelo uso de drogas e comportamentos de risco, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do Município, por meio da Seção de DST/AIDS, realiza nos dias 9 e 10 de outubro no Hotel Netuanah, no Cabo Branco, o ‘I Seminário sobre Políticas Públicas para a Redução de Danos’.

A programação do seminário começa na terça-feira (9), às 9h, com a mesa redonda ‘Redução de Danos: Conceitos Estratégias’, com a participação da juíza Maria Lúcia Karan, da coordenação de Saúde Mental do município de João Pessoa; de Lino Madeira, Leidacy Candeias, do Programa Especial de Alta Complexidade da Secretaria de Desenvolvimento Social e Roberto Maia, da seção DST/AIDS do município.

Já na quarta-feira (10), às 9h, acontece a mesa redonda sobre as ‘Práticas na saúde mental e na prevenção de DST/AIDS’ com a participação de Andréa Domanico, do Programa Nacional de Hepatites Virais do Ministério da Saúde; Marco Manso, da Aliança de Redução de Danos e Alda Lemos, do Centro Atenção Psicossocial Eulâmpio Cordeiro, de Recife. Nos dois dias de evento serão realizadas mostras de vídeos e orientações gerais sobre trabalhos em grupo.

O chefe da seção DST/AIDS do município, Roberto Maia, destacou que grande parte dos usuários de drogas não consegue ou não quer parar de usá-las. “Essas pessoas encontram nos programas de redução orientação e pessoas que os aceite. Um estudo do Ministério da Saúde demonstrou que 23% dos usuários de drogas atendidos pelos Programas de Redução de Danos procuraram tratamento contra a dependência química”, revelou.

Segundo dados do Ministério da Saúde, 25% dos casos de AIDS estão direta ou indiretamente ligados ao uso de drogas injetáveis, 38,2% das mulheres portadoras contraíram a doença pelo uso de drogas injetáveis ou relação sexual com seus parceiros usuários de drogas. Outra constatação preocupante é que 85% dos usuários de drogas injetáveis informam compartilhar equipamento de uso e 52% estão infectados pelo HIV e 60% por hepatite C.

O I Seminário sobre Políticas Públicas para a redução de danos é promovido pela Secretaria Municipal de Saúde em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedes), Associação Brasileira de Redutoras e Redutores de Danos (Aborda), Secretaria de Educação do Município, Fórum Ongs Aids PB, Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres e Prefeitura Municipal de Cabedelo.