Seminário sobre obra de Ariano Suassuna reúne 180 professores

Por - em 51

A Secretaria de Educação e Cultura (Sedec) da Prefeitura da Capital iniciou nesta quinta-feira (23), às 8h, no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), o Seminário ‘Ciência e sabedoria em Ariano Suassuna’, mais uma ação do cronograma de atividades em comemoração aos 80 anos do escritor paraibano. O evento terá continuidade na sexta-feira (24), reunindo nos dois dias 180 professores das disciplinas de Artes, Educação Física, História e Português da rede municipal de ensino.

Na solenidade de abertura, o secretário-adjunto da Sedec, Natanael Rohr, enfatizou a genialidade do escritor paraibano. “Estamos honrados por trazer o repertório deste mestre da nossa cultura até a sala de aula. Todos nós temos muito o que aprender e, para isso, precisamos mergulhar na sua obra com entusiasmo e paixão”, ressaltou.

A coordenadora de Arte-Educação da Sedec e também do evento, Rosires Andrade, fez uma análise deste momento. “O Seminário tem como objetivo subsidiar a todos vocês professores para desenvolverem em sala de aula conteúdos que promovam o conhecimento sobre o autor Ariano Suassuna e o universo de sua produção, mostrando instrumentos pedagógicos que possam ser aplicados nas escolas municipais”.

Neste primeiro dia do evento, houve a apresentação musical do ‘Grupo Armorial Ariano Suassuna’, trazendo aos presentes a vertente musical do Movimento Armorial, que possui como fundador o próprio Ariano. Em seguida, às 9h30, foi realizada uma mesa-redonda com o tema ‘O Movimento Armorial e a música nordestina’, mediada pelo professor mestre Vanildo Mousinho, e com a participação do professor e maestro Bebé de Natércio, coordenador do Setor de Música da Sedec, e do professor e pesquisador Ubireval Delgado.

Aprendizado – Na avaliação da professora de Artes, Maria de Jesus, da Escola Municipal Anita Trigueiro do Vale (bairro do Altiplano), “estão sendo muito importantes todas as oportunidades que nos são dadas para aprofundar conhecimentos sobre a obra de Ariano. Infelizmente, muitos paraibanos desconhecem esse trabalho tão brilhante e eu acredito que esse seminário irá nos trazer um pouco mais desse universo e nos mostrar formas de levá-lo aos nossos alunos”, avaliou.

Para Ednilda Miranda, professora de Português da Escola Municipal General Rodrigo Otávio (no Bairro dos Estados), “o seminário junto com as outras ações da Sedec têm me estimulado a fazer de Ariano uma referência nas minhas aulas. Estou incentivando os alunos a participarem do concurso de redação e todos estão muito interessados”, acrescentou.

Concursos – Em relação aos concursos ‘Cartas para Ariano Suassuna’ e ‘Selos Ariano’, promovidos pela Sedec para os alunos da rede municipal, a diretora de Gestão Curricular da Secretaria, Inez Caminha, comunicou aos professores presentes ser necessário que todos se sintam responsáveis pelo processo, “repassando o conhecimento adquirido e utilizando outros meios de pesquisa para que todos fiquem estimulados a participar e a despertar o interesse pela obra do escritor, seja na música, na literatura ou nas artes plásticas”.

A programação do evento continuou a partir das 14h desta quinta-feira, com a mesa-redonda ‘A obra de Ariano Suassuna e o teatro brasileiro’, tendo como participantes a professora e mestre Eleonora Montenegro e o professor doutor Diógenes Maciel, sendo mediada pelo professor Bento Júnior. Em seguida, às 15h30, começa mais uma mesa-redonda, desta feita sobre o ‘As artes visuais e o Movimento Armorial’. Essa atividade tem a participação do professor mestre Robson Xavier e do professor doutor Erinaldo Alves do Nascimento, sendo mediada pelo artista multimídia Archidy Picado Filho.

Dia de cinema – Nesta sexta-feira (24), segundo dia do evento, será aberto espaço à sétima arte. As atividades começam às 8h30 com a projeção do filme ‘O senhor do castelo’, documentário paraibano sobre a vida e obra de Ariano Suassuna, do diretor Marcus Vilar.

Em seguida, às 9h40, haverá uma mesa-redonda sobre ‘Ariano Suassuna no cinema: documentário’, com a participação do produtor de cinema Durval Leal e do professor mestre Lúcio Vilar. A partir das 14h30 tem outra mesa-redonda: ‘Cultura e civilização na obra de Ariano Suassuna’, com as professoras Sônia Lúcia Ramalho de Farias, Kelly e Sheila Inocêncio, mediada pelo professor doutor João Wandemberg Gonçalves Maciel.

Às 16h30, haverá a apresentação dos folhetos ‘Ariano’ e ‘Viagem a Taperoá’, de autoria do professor João Batista da Silva. Na ocasião, será dada a oportunidade aos professores que participaram da Expedição Fotográfica à Taperoá de mostrar seus trabalhos. O encerramento do Seminário ‘Ciência e sabedoria em Ariano Suassuna’ acontecerá às 17h30, com a entrega dos certificados de participação a todos os professores presentes.