Seminário vai discutir saúde e bem-estar dos animais domésticos

Por - em 22

Em muitas residências brasileiras, os animais domésticos são tratados como membros da família. De acordo com dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Alimentos para Animais de Estimação, o Brasil possui atualmente 32 milhões de cães e 16 milhões de gatos que vivem em casas e apartamentos e necessitam de políticas públicas que lhe garantam saúde e bem-estar.

Nesta quinta-feira (8), a Prefeitura de João Pessoa (PMJP), através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) em parceira com a Associação de Proteção Animal Amigo Bicho (APAAB) e a Sociedade Mundial de Proteção Animal (WSPA) realiza o II Seminário Municipal de Bem-Estar Animal no Hotel Nethuanah, a partir das 14h. O objetivo principal do Seminário é discutir ações e estratégias que garantam um tratamento mais solidário e digno aos animais domésticos.

Na palestra de abertura serão discutidas questões éticas e jurídicas que envolvem o tratamento de animais sob a palavra de Laerte Fernando Levai, promotor de Justiça no Estado de São Paulo na área criminal, ambiental e tutela de animais, especialista em bioética e membro do Laboratório de Estudos sobre a Intolerância da USP, além de vice-presidente do Instituto Abolicionista Animal.

Outros temas abordados serão “Um novo tempo para as pessoas e os animais” proferida por Ana Alice Firmino de Barros, da APAAB, e “Estabelecimentos cuidadores de animais e a Vigilância Sanitária” com a palavra do gerente da Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde, Ivanildo Brasileiro,.

De acordo com a diretora de Vigilância em Saúde do Município, Júlia Vaz, na ocasião também será debatida a substituição da vacina fuenzalida/palácios. “A nova vacina já será utilizada na próxima campanha de imunização anti-rábica que será realizada dia 17 de outubro” afirmou a diretora. A principal diferença da nova vacina em relação à antiga é o método de produção, que além de evitar sacrifício de animais, permite a obtenção de um produto mais puro e capaz de induzir maior produção de anticorpos.