Semusb oferece diversos serviços e ações de cidadania que garantem mais segurança à população da Capital

Por Rômulo Teodorico - em 275

Com o intuito de fortalecer as políticas de segurança urbana no município de João Pessoa por meio de medidas preventivas, visando minimizar os índices das violências e implantar uma cultura de paz, a Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Semusb) vêm oferecendo diversos serviços para a população pessoense, a exemplo do ‘João Pessoa Segura’, ‘Ronda Maria da Penha’, ‘Guarda Mirim’, ‘Saúde Segura’ e o projeto ‘Chega Junto’. Além disso, a secretaria oferece capacitação voltada para a técnica de mediação de conflitos.

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) tem feito vários investimentos para que a população possa ter ainda mais segurança, em todos os locais da cidade. É o que é visto com o programa ‘João Pessoa Segura’, que consiste na montagem de um sistema inteligente de monitoramento das vias e bairros da cidade com capacidade para identificar e localizar veículos com restrições de roubo e furtos no Sistema Nacional de Controle de Veículos que entrem ou estejam circulando dentro da Capital.

De acordo com o secretário da Semusb, Dênis Soares dos Santos, o sistema de monitoramento estabelece um cerco eletrônico em 48 pontos da Capital, através dos sistemas já existentes de monitoramento de tráfego e segurança patrimonial da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob) e Guarda Municipal. “Esse serviço representa uma grande inovação e vai contribuir no combate à prática de roubos e furtos de motos e carros e vai ajudar aos órgãos que compõem a segurança do Estado”, esclareceu.

Outro investimento lembrado pelo secretário é o dronepol, que é um investimento que visa auxiliar a Guarda Municipal através da tecnologia. “Vamos usar essa ferramenta para contribuir no planejamento do trabalho nos locais de riscos, dando um suporte maior. Além disso, será bastante utilizado nos eventos em que a Guarda Municipal estiver atuando, ajudando na visão mais ampliada do local”, acrescentou Dênis Soares.

As crianças e mulheres também são assistidas pelas ações da Semusb, por meio da Guarda Municipal. Um exemplo importante é o projeto ‘Guarda Mirim, que atende diversas crianças regularmente matriculadas nas escolas municipais e tem o objetivo de promover a cidadania e proporcionar oportunidades de um futuro digno, longe da criminalidade e das drogas. Com encontros semanais, especialmente aos sábados, quem participar do projeto receberá orientações sobre primeiros socorros, educação para o trânsito, preservação do meio ambiente, entre outras noções de cidadania. São mais de 40 crianças atendidas pelo programa.

Já a ‘Ronda Maria da Penha’ tem equipes especializadas para atuar na defesa e proteção das mulheres vítimas de violência doméstica. O público-alvo da ação são as mulheres que estão sob medida preventiva. A Ronda atua da seguinte forma: após o agressor ser notificado pela justiça, uma equipe irá entrar em contato com a vítima para que ela autorize a receber um acompanhamento. A vítima receberá visitas periódicas e será monitorada tanto presencialmente quanto por telefone. Além disso, as vitimas receberão um número de telefone de Whatssap, que não será divulgado ao público, para que entre em contato direto com a Ronda, caso se sintam ameaçadas.

De acordo com o secretário da Semusb, Dênis Soares dos Santos, até o fim do ano, o objetivo é aumentar os números dos beneficiados com os serviços oferecidos pela secretaria. “Vamos, até dezembro, aumentar o número de mulheres atendidas pelo programa Ronda Maria da Penha e, dos 40 alunos que recebem o nosso serviço através do projeto Guardam Mirim, queremos chegar ao número de 100 crianças e 100 mulheres. Desejamos continuar avançando com o intuito que toda a população seja atendida pelo trabalho da Prefeitura Municipal”, reforçou.

Operação Saúde Segura – Outra iniciativa da Semusb é a ‘Operação Saúde Segura’, que vem atuando por meio de patrulhamento motorizado e também com disposição de Guardas Municipais fixos nas unidades de saúde, dando resposta imediata aos eventuais conflitos nestes ambientes, promovendo maior segurança aos usuários do sistema de saúde e profissionais que atuam nas unidades.

Francisca Silva, usuária da Unidade de Saúde do bairro do Colinas do Sul, disse ser importante a segurança oferecida pela PMJP. “Quanto mais segurança a gente tiver é melhor, pois garante que quando a gente estiver na unidade, não fique preocupada se algo de ruim pode nos acontecer. A gente fica apenas focada em conversar com o médico e sair de lá melhor, através do que é oferecido pela unidade de saúde”, contou.

Outros serviços oferecidos pela Semusb são o ‘Chega Junto’, que tem o foco de contribuir para a inserção social de usuários de drogas e moradores de rua; projeto ‘Homem Suficiente’, dando um papo para homens; capacitação de ‘Mediação de Conflitos, promovido pela Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do Ministério dos Direitos Humanos; Ações de vídeo-monitoramente no Centro da Capital; Ronda Escolar, Pelotão Ambiental, Ciclopatrulha e o Núcleo de Inteligência.