Shoppings populares oferecem produtos variados para quem busca presente do Dia da Mães

Por - em 376

A expectativa dos comerciantes dos shoppings populares de João Pessoa é grande para este Dia das Mães, comemorado no próximo domingo (13). O objetivo é superar as vendas do ano passado. A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) mantém em funcionamento cinco shoppings populares que estão localizados no Centro da cidade. Três deles foram construídos na atual gestão (Frutuoso Barbosa, Centro de Comércio de Passagem e o Centro de Comércio e Serviços do Varadouro.) Há ainda sob a administração municipal o Shopping Terceirão e o 4 & 400. Os espaços de comércio disponibilizam cerca de 1.600 boxes com produtos diversos, de bijuterias a equipamentos eletrônicos.

4 & 400  – A comerciante Edna Pereira disse que nesta época os produtos mais vendidos em seu box no shopping 4 & 400 são as bolsas e acessórios. “Queremos vender mais que no ano passado. Temos desde brincos por R$ 7 a bolsas de R$ 95, e o pagamento pode ser feito com cartão de crédito”, avisa ela. Um produto bastante procurado são as réplicas de bolsas Louis Vuitton, que custam, em média, R$ 60.

Já Rose Kelly, que trabalha com a venda de calçados, no Shopping 4 & 400, avisou que estoque não falta para o aumento do número de clientes ao longo da semana. “Pelo que temos vendido até agora, as rasteirinhas devem ser as mais pedidas. Os preços são a partir de R$15”.

No shopping 4 & 400, a vendedora Socorro Barbosa afirmou que os produtos vendidos dependem da faixa etária das mães. “Se for para uma senhora, os filhos procuram mais camisola, que aqui custam a partir de R$ 20. Já para as mães mais jovens, a venda é de vestidos, com preços médios de R$ 30 a R$ 55”.

Terceirão – As mães mais ligadas em tecnologia podem gostar de ganhar tablets ou um aparelho celular novo. No box do comerciante Renan Machado, no Shopping Terceirão, os produtos são os mais vendidos para a data. “Temos tablets com teclado que custa de R$ 450 a R$ 550, mas muitos filhos estão comprando câmera digital e telefone celular, que custam em torno de R$ 450 e R$ 250, respectivamente”.

A vendedora Josilda Monteiro vai presentear a mãe com um relógio que comprou no box do vendedor Joel de Oliveira, no Terceirão. “Eu vi que ela tava precisando de um relógio e arrumei logo um tempo para vir comprar. Prefiro não deixar para a última hora, como faz boa parte das pessoas”.

O vendedor diz que há relógios com preços para todos os bolsos. “Aqui temos produtos de R$ 20 a R$ 35, que são os que mais estão saindo, mas também temos relógios de marcas originais, que custam a partir de R$ 150”.