Shows de Dejinha de Monteiro e Hermelinda, na quinta noite de São João

Por - em 38

A quinta noite do ‘São João de João Pessoa – O melhor da gente’, que acontece nesta quarta-feira (25), no Centro Histórico da Capital, traz dois grandes talentos da música nordestina em shows a partir das 21h, na Praça Antenor Navarro: são eles Hermelinda e Dejinha de Monteiro. Já o Largo de São Pedro será animado por grupos e brincantes populares, enquanto que o tablado das quadrilhas, instalado no Conventinho, recebe o ‘Festival Estadual de Quadrilhas Juninas’, com a participação de grupos de toda a Paraíba, tudo numa promoção da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), através da sua Fundação Cultural (Funjope).

Em atendimento ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), celebrado em 2006 entre o Ministério Público Estadual (MPE) e a Funjope, a programação diária do ‘São João de João Pessoa’ se encerra sempre a 1h da madrugada do dia seguinte.

Dejinha – O artista Dejinha de Monteiro mantém um contato muito forte com a música desde criança, quando tinha como brinquedo preferido uma sanfona feita de palha de carnaúba. Iniciou a sua carreira aos 14 anos, tocando acordeon. Aos 16 anos, quando já se destacava nas festas populares de sua região, o artista mudou-se para o Rio de Janeiro (RJ), onde se apresentou nas rádios Globo e Nacional.

Logo em seguida, surgiram os convites para tocar nas melhores casas de shows do Rio de Janeiro, ao lado de grandes nomes da música nordestina como Luiz Vieira, as Irmãs Galvão, Trio Nordestino, Os Três do Nordeste, além dos ícones Luiz Gonzaga (‘rei do baião’) e Jackson do Pandeiro (‘rei do ritmo’). Com 34 anos de carreira, Dejinha de Monteiro tem hoje 20 discos no mercado fonográfico, tendo iniciado com ‘Você e a Lua’, título do seu primeiro trabalho.

Hermelinda – A cantora e compositora Hermelinda traz um show formado por canções tradicionais de mestres de forró, a exemplo de Luiz Gonzaga. A artista, natural de Mossoró (RN), é filha de cearense com paraibano e iniciou a sua carreira aos 14 anos quando foi para o Rio de Janeiro e há 47 anos canta forró, mantendo animação, afinação e harmonia.

Ela é ex-integrante do ‘Trio Mossoró’, além de reconhecida por várias composições populares como ‘Bulir com tu’, ‘Segredos’, ‘Choro’ e ‘Forró de Velho Inácio’, tendo feito parcerias com Elba Ramalho, Dominguinhos e Trio Nordestino.

No Largo – Se apresentam no Largo de São Pedro Gonçalves, a partir das 20h desta quarta-feira (25), os ‘Cirandeiros do Vale do Gramame’; o ‘Coco da Mestra Midinha’, do Congo; os ‘Bacamarteiros do Congo’ e a ‘Orquestra Sanfônica do Cariri’. Já a ‘Tenda do Cordel’ recebe o ‘Grupo Cordel Teatral’ e as emboladoras de coco Lindalva e Terezinha, de Várzea Nova, em Santa Rita, conhecidas nacionalmente pelas suas tiradas irreverentes.

Tablado das quadrilhas – Nesse local, a noite está reservada para as exibições do ‘Concurso Estadual de Quadrilhas Juninas’. Já nos dias 26 e 27, a partir das 20h, é a vez dos trios de forró pé-de-serra ‘Tamborete de Forró’ e ‘Canto do Tetéu’, ambas do bairro de Jaguaribe, e ‘Aconchego do Forró’, do bairro de Cruz das Armas, além de ‘Forró da Mala’, do Varadouro, sendo dois shows em cada dia.