Atalhos


Sindicato das Domésticas da PB é fundado com apoio da PMJP
20 nov 09

A- A A+

Com o lema “Trabalhadoras Domésticas unidas pela reorganização da política da categoria” será fundado neste domingo (22) o Sindicato das Trabalhadoras Domésticas da Paraíba. A Assembleia de fundação acontece no auditório do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário (SINTRICOM), a partir das 10h.

Com o apoio da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), através da Coordenadoria de Políticas Públicas para Mulheres (CPPM) e da Secretária de Desenvolvimento Social (Sedes), a comissão de organização do sindicato vem buscando a efetivação dessa associação, na luta pela garantia dos direitos adquiridos. “Desde 1984, quando fui a primeira Presidenta da Associação das Trabalhadoras Domésticas da grande João Pessoa, que lutamos pela valorização do trabalho doméstico. Sofri muito em mãos de patrão, mas hoje tenho minha dignidade e luto por todas as mulheres empregadas domésticas.”, disse Alzira Serafim, aposentada e ex-trabalhadora doméstica.

A Coordenadoria das Mulheres, através do Programa Trabalho Cidadão, vem apoiando a categoria com qualificação social e profissional e outras ações que vise combater a discriminação de gênero e raça.

Sobre a categoria – De acordo com o Art.1º da Lei 5.859/1972, a empregada doméstica é aquela que presta serviços de natureza contínua e de finalidade não lucrativa às pessoas ou à família, em âmbito residencial. São consideradas como empregadas domésticas: cozinheira, governanta, babá, lavadeira, faxineira, motorista particular, enfermeira do lar, jardineiro, copeira e caseiro (quando o sítio ou local de trabalho não possua finalidade lucrativa). Na Paraíba existem cerca de 117 mil pessoas trabalhando como empregadas domésticas. Desse total mais de 90% são mulheres.