SMS apresenta em 15 dias relatório sobre adequação de hospitais

Por - em 17

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vai apresentar, no prazo de 15 dias, um parecer sobre as adequações técnico-operacionais implementadas pelos Hospitais Universitário Lauro Wanderley e Estadual Arlinda Marques para realizar cirurgias cardíacas. O acordo foi firmado nesta quinta-feira (18), durante reunião na sede da Procuradoria Geral da República (PGR) com as presenças do procurador Duciran Farena, da secretária municipal de Saúde, Roseana Meira, do gerente da Vigilância Sanitária da Capital, Ivanildo Brasileiro, da secretária adjunta do Estado e representantes dos dois hospitais.

A secretária municipal de Saúde, Roseana Meira, afirmou que o credenciamento dos dois hospitais é uma questão de interesse geral. Nossa intenção é que esses hospitais apresentem as condições necessárias para realizar as cirurgias. Não é possível credenciar qualquer serviço de saúde que não tenha condições de atender a população de forma correta e que possa trazer danos à saúde dos usuários. Estamos apenas seguindo determinação do Ministério da Saúde, que exige uma série de adequações e procedimentos para credenciar serviços de saúde. É interesse da gestão resolver essa questão da forma mais rápida e segura possível para os usuários do SUS”, finalizou.

De acordo com o Ministério da Saúde (MS) para que os hospitais sejam credenciados a realizar cirurgias cardíacas, entre outros procedimentos, é necessário que as vigilâncias sanitárias estadual e municipal realizem uma série de vistorias, a exemplo das que foram realizadas no início do mês de fevereiro deste ano. Na ocasião foram detectados nos referidos hospitais graves inconformidades.