SMS faz levantamento para traçar perfil epidemiológico de venezuelanos acolhidos na Capital

Por Thibério Rodrigues - em 195

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vai fazer um levantamento para traçar o perfil epidemiológico e elaborar fluxo de assistência aos venezuelanos acolhidos em João Pessoa. A ação vai acontecer nesta terça-feira (26), a partir das 8h30, nas Aldeias Infantis SOS, no bairro de Mangabeira, onde as famílias venezuelanas foram recebidas após serem transferidas do estado de Roraima no ano passado.

De acordo com a secretária adjunta de Saúde, Ana Giovana Medeiros, o perfil epidemiológico deverá ser apresentado num simpósio promovido pelo Ministério Público Federal (MPF), no próximo mês de abril, sobre refugiados e migrantes na Paraíba.

“Iremos avaliar diversos fatores como cartão de vacinação, problemas odontológicos, se têm doenças crônicas e até sintomas para saber se têm alguma doença infecciosa. Diante desse levantamento, teremos um panorama para apresentar como está o recorte em saúde desses venezuelanos e planejar um fluxo de atendimento”, afirmou.

O levantamento será realizado por médicos, enfermeiros e odontólogos da Rede Municipal de Saúde. “Entendendo que as famílias estão sem morada fixa. Dessa forma, iremos entregar uma cópia da ficha clínica para cada venezuelano, porque onde ele for será identificado em qual serviço de saúde já foi assistido”, explicou Ana Giovana.

As pessoas que forem identificadas com algum problema urgente de saúde serão encaminhadas imediatamente para o serviço mais adequado. Atualmente, eles estão sendo atendidos na Unidade de Saúde da Família (USF) Bancários. Ao todo, são 70 venezuelanos membros de 17 famílias acolhidas nas Aldeias Infantis SOS.