SMS finaliza monitoramento nos bairros avaliando cerca de 3 mil cartões de vacinação

Por Lilian Pedreira - em 560

D R T , R J . 15855.i

O Monitoramento Rápido de Cobertura Vacinal (MRC) é uma atividade de supervisão das ações realizada pelas equipes de Saúde da Família. Os resultados são extremamente importantes para subsidiar a tomada de decisão sobre a definição ou redefinição de estratégias adicionais de vacinação, visando melhorar as coberturas vacinais.

Neste sábado (18), profissionais de saúde da família de João Pessoa percorreram 20 bairros dos Distritos I e V para verificar se as crianças, com idade a partir de seis meses de vida, e os adolescentes de até 14 anos estão com as vacinas em dia. O monitoramento teve início no dia 11, sendo avaliados cerca de três mil cartões de vacina dos cinco Distritos Sanitários da Capital.

“É um trabalho oportuno para avaliarmos nossa cobertura vacinal e regularizar o cartão de vacinação das crianças e dos adolescentes. Quando a equipe chega à residência e a criança ou adolescente está precisando de vacina, a aplicação é feita no mesmo momento”, explica Chiara Dantas, coordenadora de imunização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). “Escolhemos realizar a ação em dois sábados, porque é mais fácil que as famílias estejam em casa”, completou.

O trabalho é feito por amostragem. No primeiro dia de monitoramento, as equipes, formadas por enfermeiro, técnico em enfermagem e agente comunitário de saúde, visitaram as residências das áreas de cobertura dos Distritos Sanitários II, III e IV, que compreendem bairros como Ernesto Geisel, Grotão, Mangabeira, Bancários, Roger e Tambiá. Em cada bairro são sorteadas duas quadras em que as residências serão visitadas.

“Às vezes os pais, por algum motivo, não têm como levar seus filhos aos postos de vacinação ou nas campanhas promovidas pela Secretaria de Saúde. Então, aproveitarmos a oportunidade para orientar e imunizar as crianças”, disse a enfermeira da Equipe de Saúde da Família (ESF) do Jardim Miramar I,  Socorro Matos.

D R T , R J . 15855.i

A agente de saúde do bairro do Bessa, Simônica da Silva, auxiliou uma das equipes e destacou a importância do trabalho das ações de monitoramento. “Trabalho diariamente visitando as comunidades. Criamos um vínculo de respeito e cuidado com as famílias, sobretudo, nesses dois dias de monitoramento. Reforçamos o cuidado e orientamos as famílias para uma saúde preventiva”, afirmou.

Visitas por área – Para realizar o monitoramento de vacinas, a cidade foi dividida em áreas e realizado uma amostragem dentro do complexo dos 63 bairros, onde em cada um deles foram escolhidas duas quadras e as residências visitadas por meio de sorteio.

Esse trabalho de visita foi realizado por 51 equipes de saúde. Dentre os bairros que foram visitados estão: Alto do Mateus, Bairro das Indústrias, Cruz das Armas, Funcionários I e II, Castelo Branco, Bancários, Miramar, Torre, Altiplano, Bessa e Manaíra. O monitoramento é uma orientação do Ministério da Saúde após as campanhas de multivacinação.

Monitoramento – O Monitoramento Rápido de Cobertura Vacinal é uma atividade de supervisão das ações de vacinação, recomendada pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e que vem sendo adotado em vários países das Américas como uma ação rotineira. Esta se caracteriza por avaliar a cobertura vacinal a partir da visita em cada domicílio, utilizando como fonte para avaliação a verificação do comprovante de vacinação das crianças e dos adolescentes.