SMS levou serviços de assistência, prevenção e fiscalização durante o Bloco Cafuçu

Por Ascom - em 254

Olha o Cafuçu – ô ô ô. Além dos milhares de foliões, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) também esteve presente com serviços de prevenção, fiscalização e atendimentos de urgências em um dos blocos mais tradicionais e ‘chique’ de João Pessoa. Nesta sexta-feira (21), profissionais da seção de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), AIDS e Hepatites Virais e da Vigilância Sanitária estiveram com ações itinerantes na concentração do bloco – nas Praças Dom Adauto, Rio Branco e no Ponto de Cem Réis.

Os profissionais fizeram a distribuição de cerca de 58 mil preservativos masculinos e femininos e 45 mil unidades de lubrificantes. “Além das atividades de prevenção esclarecendo sobre a importância do uso do preservativo, orientamos a população também sobre a necessidade de realizar o teste rápido, o qual auxilia no diagnóstico de algumas ISTs e, de acordo com o resultado, é preciso que se inicie o tratamento o mais breve possível. Por isso também intensificamos a campanha nesses eventos”, explicou Sara Lucrécia, diretora do Serviço de Assistência Especializada e Centro de Testagem e Aconselhamento (SAE/CTA).

Para ter acesso aos serviços do SAE/CTA, o usuário pode ser encaminhado pelas Unidades de Saúde da Família (USF) ou por demanda espontânea, indo diretamente ao local. O serviço funciona das 7h às 16h, de segunda a sexta-feira, no prédio Policlínica Municipal de Jaguaribe, antigo CAIS Jaguaribe.

Proteção e promoção da Saúde – A Vigilância Sanitária também estava no bloco com três equipes fiscalizando os comércios ambulantes. Ao todo foram 141 comércios informais de alimentos fiscalizados, nos segmentos:  barracas de espetinhos (61), de bebidas (26), de lanches (20), de caipifrutas (13), acarajé (1), caldinho (2), comida chinesa (1), maça do amor (1),  batata frita (6), crepe (1), transporte de gelo (1) e veículo de lanche (8).

“O trabalho de fiscalização não é punitivo. Fazemos, principalmente, um trabalho de orientação e conscientização com intuito de eliminar, diminuir e prevenir riscos à saúde da população”, informou Eliane Navarro, gerente da Vigilância Sanitária de João Pessoa. “É importante que a população também avalie o que vai consumir, observando as condições e exposições dos produtos, que podem trazer prejuízos à saúde”, completou a gestora.

Urgências e emergências – Já as equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-192) estavam com duas Unidades de Saúde Básica (USA) de apoio, dando suporte no Ponto de Cem Réis. Durante o evento, as equipes realizaram três atendimentos clínicos, sem necessidade de remoção para outros serviços de referência.

D R T .R J 15855 Ivomar Gomes Pereira.

Plano de assistência – Para o Carnaval no Centro Histórico, o Samu disponibilizará uma USB descentralizada para cada bloco. No sábado (22), no Bloquinho no Parque, a Unidade de Suporte Básico estará no Parque da Lagoa. No domingo (23), no Bloco Tome Ladeira, a USB estará localizada na Av. General Osório e, na segunda (24), no bloco Bota pra Descer, a ambulância estará instalada na Casa da Pólvora.

Já para o Carnaval Tradição, que acontece entre os dias 22 e 25, uma Unidade de Suporte Básico descentralizada estará fixa na Av. Ministro José Américo de Almeida, a Beira Rio. Ao todo, 80 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, condutores socorrista e coordenadores atuarão nas festividades.