SMS participa de campanha em apoio às pessoas com Síndrome de Down

Por Thibério Rodrigues - em 443

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) participa, nesta terça-feira (21), do lançamento local da Campanha Síndrome de Down tem Diretriz de Atenção à Saúde, em parceria com o Instituto Primeiro Olhar e a Associação Ame Down. O evento acontece a partir das 9h na sala do Tribunal Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba.

A campanha é nacional e tem o objetivo de incentivar o acompanhamento médico para que as pessoas com Síndrome de Down possam ter uma vida saudável. A programação local conta ainda com outras atividades alusivas ao tema. Ainda na terça-feira (21) haverá uma oficina de gastronomia com ‘chefinhos especiais’, no Mangabeira Shopping, a partir das 16h.

Na sexta-feira (24) haverá um seminário sobre o tema no auditório da Faculdade Internacional da Paraíba, das 8h às 21h. Já no sábado (25), a programação segue na Estação Cabo Branco, com oficinas e brincadeiras para os públicos infantil e juvenil, a partir das 9h. Ainda na Estação, às 10h, está programada uma mesa redonda com profissionais da área de saúde.

Acompanhamento – De acordo com a gerente de Atenção Especializada da SMS, Andressa Cavalcante, a rede municipal de saúde oferece acompanhamento para pessoas com Síndrome de Down. “Temos um trabalho na Atenção Básica, com os Núcleos de Apoio a Saúde da Família, na Atenção Especializada com Centro de Referência Municipal de Inclusão da Pessoa com Deficiência, e na Atenção Hospitalar, com o Instituto Cândida Vargas, acerca do diagnóstico precoce dessa síndrome, tratamento e acompanhamento dos familiares das crianças”, explicou.

Síndrome de Down – A síndrome de Down é causada pela presença de três cromossomos 21 em todas ou na maior parte das células de um indivíduo. Isso ocorre na hora da concepção de uma criança. As pessoas com Síndrome de Down, ou trissomia do cromossomo 21, têm 47 cromossomos em suas células em vez de 46, como a maior parte da população. As crianças, os jovens e os adultos com síndrome de Down podem ter algumas características semelhantes e estar sujeitos a uma maior incidência de doenças, mas apresentam personalidades e características diferentes e únicas.

Instituto Primeiro Olhar – É uma associação civil sem fins lucrativos que surgiu da observação de pais e profissionais quanto à necessidade de um acolhimento emocional imediato para pais e familiares de crianças com Down, visando informar e orientar a família sobre o diagnóstico e as potencialidades que a criança pode desenvolver. Criado em junho de 2016, o instituto possui parceria com maternidades e órgãos públicos para receber as notificações de nascimentos de crianças com a síndrome.