SMS promove ação em alusão ao Dia Mundial de Luta Contra a Aids na orla

Por Lilian Pedreira - em 226

D R T.RJ.15855 Ivomar Gomes Pereira.

Distribuição de preservativo, orientação sobre a prevenção de doenças evitáveis, testes rápidos para diagnósticos de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e encaminhamentos para serviços de referência na rede municipal de saúde fizeram parte da ação que marcou o Dia Mundial de Luta Contra a Aids, realizado nesta sexta-feira (30) e sábado (1º), por técnicos da Seção de IST/Aids/Hepatites Virais. As atividades aconteceram no Centro de Atendimento ao Turista (CAT), na orla de Tambaú.

Nos dois dias de ação foram empreendidos 120 testes, com resultados de duas pessoas reagentes para HIV e oito para Sífilis. “A partir dessa primeira avaliação, o usuário é encaminhado para o exame laboratorial mais preciso, que pode identificar a carga viral, no caso do HIV e, no caso de Sífilis, avaliar a titulação e identificarmos qual a dosagem do medicamento será administrada e, com isso, garantir aos usuários um acompanhamento e tratamento nos serviços de referência”, explicou Clarisse Pires, responsável pela Seção de IST/Aids/Hepatites Virais da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

“Não é a primeira vez que faço esse exame, já fiz outras vezes e acho importante que seja feito para conhecermos nosso corpo e, se houver alguma doença, já procurarmos o tratamento adequado”, disse o estudante João Paulo, de 26 anos, que foi uma das pessoas que procurou a equipe para fazer os exames para diagnóstico de ISTs. “Faço muito tranquilamente o exame e é bom saber que há a promoção desses serviços para orientação, conscientização, diagnóstico e tratamento para as pessoas na rede pública”, completou.

Em João Pessoa – Segundo o Sistema Nacional de Notificação (Sinan NET), no período de 2002 a 2018, em João Pessoa, foram registrados 1.928 casos de Aids em adultos, na faixa etária entre 14 e 80 anos, sendo o maior número de casos na faixa etária entre 20 e 49 anos, com 946 casos. Com relação ao sexo: masculino, 1.351 casos e feminino, 577 casos. No que se refere a óbitos por Aids, foram registrados 305 casos. Além disso, há registros de 1.604 casos de pessoas que convivem com o vírus.

No Brasil – Desde o início da epidemia, 35,4 milhões de pessoas morreram por causas relacionadas à Aids. Em 2017, havia 36,9 milhões de pessoas no mundo vivendo com HIV. No Brasil, de 1980 a junho de 2018, foram identificados 926.742 casos de Aids, um registro anual de 40 mil novos casos.

Na rede municipal – Atualmente o Serviço de Assistência Especializada de Centro de Testagem e Aconselhamento (SAE/CTA), tem 218 usuários cadastrados soropositivos que recebem o acompanhamento, regularmente. O serviço dispõe, infectologista, proctologista, urologista, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros e técnicos de enfermagem e, realiza testagem rápida para HIV/Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis como Sífilis, e Hepatites B e C.

No serviço, antes de realizar o exame, o paciente é avaliado e recebe informações sobre a importância para medidas preventivas das ISTs. Em seguida, é coletada uma amostra sanguínea do paciente. O resultado do exame sai em 30 minutos.

Luta – O Dia Mundial de Luta contra a Aids é lembrado no dia 1º de dezembro e, neste ano, a  da data comemora 30 anos, quando a  Assembleia Geral da ONU e a Organização Mundial de Saúde instituíram o dia, cinco anos após a descoberta do vírus causador da Aids, o HIV, 65,7 mil pessoas já tinham sido diagnosticadas com o vírus, e 38 mil já tinham falecido.

A data foi instituída como forma de despertar a necessidade da prevenção, promover o entendimento sobre a pandemia e incentivar a análise sobre a Aids pela sociedade e órgãos públicos. No Brasil, a data começou a ser comemorada no final dos anos 80, envolvendo os governos federal, estaduais e municipais e organizações sociais.

Programação – Dezembro Vermelho:

3 à 7.12 – Atividades de prevenção e orientação nas Unidades de Saúde da Família

3 à 7.12 – Semana do Aconselhamento Coletivo – SAE/CTA – Policlínica Municipal Jaguaribe

4 e 5.12 – I Mostra de Projetos I mostra de oficinas dos projetos selecionas pela IST/Aids e Hepatites Virais

4.12 (terça-feira) – Ações na Secretaria Municipal de Saúde

5.12 (quarta-feira) – SAE/CTA – Policlínica Municipal Jaguaribe

6.12 (quinta-feira) – ‘Dia D’ Testagem Rápida  – Policlínica Municipal de Jaguaribe

7.12 (sexta-feira) – Roda de conversa: Prevenção, diagnóstico e tratamento

7.12 (sexta-feira) – Mercado Público Central – às 13h

8.12 – (sábado) – Testagem Rápida para HIV e Sífilis – Parque Sólon de Lucena.