SMS qualifica segunda turma de profissionais da Atenção Básica sobre violência obstétrica

Por Thibério Rodrigues - em 1931

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou, nesta sexta-feira (20), a qualificação da segunda turma de profissionais da Atenção Básica sobre violência obstétrica. A atividade aconteceu no auditório da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, reunindo aproximadamente 500 profissionais.

A qualificação é resultado da participação da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) no Fórum Interinstitucional Permanente de Prevenção e Combate à Violência Obstétrica e faz parte, também, das ações do Programa Gerente Saúde, que tem a finalidade de melhorar o atendimento nas unidades de saúde da família (USF).

O objetivo da capacitação é preparar os profissionais nas unidades de saúde da família para oferecer um tratamento mais humanizado à mulher, na gestação, durante o parto e após o parto. Posteriormente, a qualificação será estendida à rede especializada e hospitalar.

De acordo com a secretária-adjunta de saúde, Ana Giovana Medeiros, é muito importante qualificar os profissionais da Atenção Básica sobre este tema. “Entendemos que desde o início da gestação até a fase puerperal a mulher passa mais tempo na Atenção Primária. Então com os profissionais qualificados, podemos potencializar a assistência e humanizar o atendimento”, afirmou.

Atendimento humanizado – A Rede Municipal de Saúde desenvolve diversas ações voltadas para o público feminino nos momentos da gestação, parto e puerpério, a exemplo de assistência ao pré-natal nas USF. Além disso, no ICV, há a presença das doulas, incentivo ao parto natural, redução do número de cesáreas desnecessárias, enfrentamento da violência contra a mulher, planejamento familiar, entre outras ações que funcionam de forma integrada entre a Atenção Básica, Atenção Especializada e Rede Hospitalar.

Gerente Saúde – Implantado desde maio em toda a Rede Municipal de Saúde, o programa estabelece uma série de medidas para aumentar a eficiência nos postos de saúde, gerando mais qualidade nos serviços oferecidos pela rede, o que já vem sendo constatado através do Monitoramento do Índice de Satisfação dos Usuários.