SMS realiza ação de conscientização para prevenção do câncer de mama

Por Rebeka Paiva - em 260

D R T R J 15855.Ivomar Gomes Pereira.

Dentro da programação de atividades do Outubro Rosa, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou nesta quarta-feira (10) mais um ‘Dia D’ de conscientização para prevenção do câncer de mama. A atividade voltada às usuárias do Distrito Sanitário IV aconteceu na Unidade de Saúde da Família (USF) Viver Bem, no Padre Zé.

“Nossa saúde não espera, por isso é tão importante conscientizar e alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção para o diagnóstico precoce do câncer de mama e câncer de colo do útero. E é durante esse mês do Outubro Rosa, que estamos potencializando essa convocação para o cuidado da saúde”, destaca a secretária adjunta da SMS, Ana Giovana Medeiros.

Durante a ação foi realizado uma atividade de relaxamento e respiração, palestra sobre prevenção, autoexame e mamografia e como lidar com câncer de mama e colo de útero com depoimento de usuária que teve o câncer.

Uma das usuárias que participou da atividade foi a instrutora de criança, Daniela Cândido. “Soube que ia ter a atividade e vim pra participar. É muito importante a gente aprender cada vez mais sobre nossa saúde e como cuidar dela, ainda mais em um assunto tão importante que é o câncer de mama”, relata a usuária.

Campanha – Esse ano, todos os distritos sanitários terão um ‘Dia D’, dedicado a promoção à saúde, com mobilização e chamamento das mulheres para a mobilização e cuidado. Na programação preventiva serão ofertados, aferição de pressão arterial, atualização de cartão de vacinas, avaliação médica e encaminhamentos para serviços especializados, palestras, rodas de conversa e orientação para estímulo ao autoexame e à mamografia.

Ainda como parte da programação de assistência preventiva, o Hospital Municipal Santa Isabel (HMSI) estará realizando agendamento com mastologistas, de forma espontânea durante todo o mês de outubro e novembro, ampliando o acesso e compromisso com as mulheres assistidas pela rede municipal.

Acesso aos serviços – A porta de entrada para assistência na atenção básica, são as Unidades de Saúde da Família (USFs). A usuária deve se dirigir à USF mais próxima de sua residência, chegando ao local, passará por consulta médica ou avaliação com a enfermeira, que ao verificar a necessidade do exame, a direcionada de forma regulada ou diretamente aos serviços conveniados que realizam o procedimento na Capital.

Desde o ano passado, a PMJP ampliou a faixa etária das mulheres que terão acesso aos exames de mamografia por rastreamento. A faixa passou de mulheres com 50 a 69 anos de idade para mulheres entre 40 e 74 anos. “Na rede municipal de saúde, caso o médico julgue necessário com perspectiva para diagnóstico ou de rastreio, os exames podem ser solicitados a partir dos 35 anos de idade”, explicou Maria Hercília, diretora técnica da Diretoria de Regulação da PMJP.

Atendimento espontâneo – O principal exame para diagnóstico do câncer de mama é a mamografia, e desde maio, com objetivo de melhorar o fluxo e ampliar o acesso aos serviços, a diretoria de regulação da PMJP definiu que, após atendimento nas USFs, em posse do encaminhamento adequado (requisição de mamografia do MS), as mulheres podem optar entre fazer a marcação do exame por meio da unidade de saúde da família ou dirigir-se diretamente aos hospitais conveniados.

As unidades conveniadas são: Hospital Napoleão Laureano, Hospital São Vicente de Paula ou para o Centro de Diagnóstico do Câncer (CDC), órgão da Secretaria de Estado da Saúde.

Para ter acesso ao exame diretamente nos serviços que acolhem as usuárias, precisa ser munícipe de João Pessoa. “A medida para atendimentos espontâneos diminuiu a burocracia e garantiu a assistência nos serviços de forma mais rápida, com a possibilidade de um diagnóstico e tratamento mais dinâmico”, explicou a Ana Giovana.

“Nosso município também realiza mamografias para outros municípios da Paraíba, no entanto demanda espontânea aplica-se apenas para usuárias de João Pessoa. As usuárias dos municípios pactuados podem ter seus exames agendados através das secretarias de saúde de onde residem”, completou a secretária.

D R T R J 15855.Ivomar Gomes Pereira.

Oferta de exames – A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) conta com uma capacidade de oferta de 4,5 mil mamografias ao mês, destinadas as usuárias da rede pública. Os exames podem ser realizados de forma regulada ou espontânea nos serviços da rede municipal de saúde.

De janeiro a julho foram realizados 10,6 mil procedimentos, considerando que há um absenteísmo de 40% em média, variando mês a mês. Em 2017, foram realizadas aproximadamente 20 mil mamografias de rastreio, com objetivo de garantir a assistência e detectar o câncer enquanto ainda muito pequeno, quando ele ainda não é palpável em um exame médico ou através do autoexame realizado pela paciente.

Programação dos ‘Dias D’ da Campanha Outubro Rosa nos distritos:

19.10 – USF Quatro Estações – Mangabeira

26.10 – USF Integrando Vidas – João Paulo II

24.10 – USF Saúde para Todos – Bairro dos Novais

30.10 – USF Bessa – Bairro do Bessa