STTrans amplia monitoramento no trânsito com equipamentos

Por - em 103

A Superintendência de Transportes e Trânsito de João Pessoa (STTrans) está ampliando o monitoramento da cidade através de equipamentos, como câmeras, lombadas eletrônicas e fotossensores, além de sinalização horizontal e vertical para melhorar o trânsito e facilitar o fluxo dos motoristas e pedestres pelas vias da Capital. Novas lombadas foram instaladas nas avenidas Beira Rio, Cabo Branco e Ruy Carneiro. Também está sendo feita uma manutenção das faixas de pedestre e novos pontos da cidade estão sendo sinalizados.

João Pessoa possui atualmente 29 lombadas eletrônicas, das quais as últimas seis instaladas começam a funcionar integralmente a partir do dia 20 deste mês.  Elas estão nas vias de maior movimento dos bairros da cidade, entre eles, Ipês, Bessa, Mangabeira, Manaíra e Centro, entre outros. As lombadas eletrônicas auxiliam no disciplinamento do limite de velocidade e punem os condutores que excedem a velocidade máxima regulamentada pela sinalização, colocando em risco a segurança dos demais usuários da via, principalmente pedestres.

A superintendente do órgão orienta os motoristas que trafeguem respeitando os limites de velocidade e prestando atenção às placas de sinalização a fim de proteger suas próprias vidas. “As lombadas eletrônicas são aliadas dos motoristas e pedestres, porque monitoram os excessos cometidos nas vias e evitam que acidentes ocorram em virtude da ultrapassagem dos limites de velocidade. Os moradores destas regiões atendidas pelas lombadas sabem da importância delas como meio de segurança e, por isso, solicitam a implantação destes equipamentos”, afirmou.

As lombadas são implantadas após estudos realizados pelos técnicos da STTrans, que avaliam a necessidade de implantação de algum equipamento para aumentar a segurança de determinadas vias que registram acidentes, além da solicitação dos moradores, que entram em contato com a superintendência, pedindo que lombadas, faixas de pedestre, semáforos, entre outros equipamentos sejam instalados.

Fotossensores – Assim como as lombadas eletrônicas, os fotossensores, mais conhecidos como ‘pardais’, funcionam para registrar o desrespeito à velocidade regulamentada e também auxiliam para reduzir os índices de acidentes causados pelo excesso de velocidade. João Pessoa conta com 17 fotossensores, instalados em Cruz das Armas, Bairro dos Estados, Tambauzinho, Manaíra, Tambaú, Centro e Torre, entre outros. O fotossensor fica em um local visível da via, como um poste. Quando o veículo passa no sinal vermelho, o sensor flagra o avanço de sinal e registra a placa do veículo.

Câmeras de monitoramento – Dezesseis pontos de João Pessoa estão tendo o trânsito monitorado por câmeras de segurança. Através do monitoramento, a STTrans tem um maior controle sobre o que ocorre nas vias e pode solucionar mais facilmente os casos de congestionamento e acidentes de trânsito, já que elas funcionam 24 horas. No entanto, as câmeras não multam os motoristas, elas atuam auxiliando nas intervenções do trânsito e contribuem para que o órgão avalie as possíveis intervenções nas vias para reduzir congestionamentos e acidentes e melhorar a mobilidade urbana. Em sete pontos de monitoramento por câmeras, também estão instalados fotossensores, auxiliando no controle da velocidade dos motoristas.

Locais com câmeras:

– Avenida Tabajaras com a Pedro II (Possui fotossensor)
– Avenida Epitácio Pessoa com a Bento da Gama
– Avenida Epitácio Pessoa com a Maranhão (Possui fotossensor)
– Avenida Epitácio Pessoa com a Ruy Carneiro
– Avenida Epitácio Pessoa com a Rua Professor José Leite (Possui fotossensor)
– Avenida Padre Meira com a Rua Diogo Velho (Possui fotossensor)
– Avenida Tabajaras com a Camilo de Holanda (Possui fotossensor)
– BR- 230 (Viaduto do Cristo)
– Busto de Tamandaré
– Terminal de Integração
– Avenida João Rodrigues Alves com a Rua Luis Alves (Possui fotossensor)
– Parque Solon de Lucena
– Rotatória de Mangabeira
– Avenida Professora Maria Sales com a Nego (Possui fotossensor)
– Rua Santo Elias com o Parque Solon de Lucena
– Via Expressa Padre Zé