STTrans bloqueia vias da barreira do Cabo Branco a partir desta sexta

Por - em 57

A Prefeitura Municipal de João Pessoa, após uma decisão conjunta tomada por técnicos da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), da Defesa Civil do Município e da Superintendência de Transporte e Trânsito (STTrans), iniciou na noite desta sexta-feira (20) o bloqueio trânsito na área próxima à barreira do Cabo Branco. A medida é preventiva, depois que ficou atestado riscos de deslizamentos provocados pela forte chuva que desde esta quinta cai na cidade.

Assim, o trânsito está fechado na avenida Cabo Branco no trecho entre a rotatória que fica próxima a barreira (e que liga a avenida costeira à rua Edvaldo Cavalcanti Pinho) e a ladeira do Cabo Branco. Até que os riscos de desabamentos cessem, portanto, todo e qualquer veículo está proibido de trafegar nesta área.

O bloqueio vai ser mantido durante todo o final de semana. Na segunda-feira (23) engenheiros da Defesa Civil, da Secretaria de Infraestrutura e da Semam vão fazer novas avaliações na barreira. “Apenas quando for afastada qualquer possibilidade de deslizamento é que o trânsito voltará a ser liberado”, explica Rodrigo Marques, coordenador da Defesa Civil de João Pessoa.

O engenheiro Cristiano Nóbrega, que é diretor de trânsito da STTrans, informa que o motorista que vier da Estação Cabo Branco para a praia será obrigado a trafegar pela avenida Panorâmica, sendo proibido descer a ladeira do Cabo Branco. Da mesma forma, quem vier em sentido contrário terá que optar por vias do Altiplano.

“Já montamos o bloqueio e sinalizamos as vias que foram fechadas. No local temos agentes orientando os motoristas, mas a ordem é não deixar passar ninguém por este trecho. Os riscos de deslizamento existem e queremos minimizar o problema”, destaca.

Ele explica que os primeiros sinais de cascalhos e terra deslizando, ainda de forma amena, foram registrados na noite de quinta (19). Mas que com a continuidade da chuva os sinais de possíveis deslizamentos foram aumentando. “Não podemos ignorar estes avisos”, ponderou.