STTrans divulga novos horários das linhas de ônibus da Capital

Por - em 18

A Divisão de Coletivos (Dicol) da Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans) concluiu as alterações dos horários das linhas de ônibus de todas as empresas concessionárias, que prestam o serviço de transporte público de João Pessoa. Através do portal da Prefeitura de João Pessoa ( www.joaopessoa.pb.gov.br) os usuários do serviço têm acesso a atualização dos horários, com informações gerais sobre as empresas, terminais e número de viagens.

As mudanças foram realizadas em virtude do aumento da frota de ônibus da Capital. Diariamente circulam pela cidade um total de 445 veículos. A frota possui 519 ônibus, mas de acordo com o diretor de transportes, Adalberto Araújo, a circulação é flutuante e atende às necessidades de cada período do ano, podendo aumentar durante uma comemoração festiva, ou reduzir em época de recesso escolar, por exemplo. Além disso, alguns ônibus ficam na reserva, para os casos de manutenção da frota.

Melhorias no transporte público urbano – O Sistema de Transporte Público de João Pessoa se destaca como um dos mais modernos e novos, além de ser um dos mais baratos do país. De acordo com levantamento da Agência Nacional de Transportes Públicos (ANTP), a Capital paraibana tem a 5ª menor tarifa entre 43 cidades, incluindo as capitais e aquelas com mais de 500 mil habitantes. Além disso, a renovação contínua da frota faz com que João Pessoa tenha os ônibus mais novos entre 18 capitais, o que significa mais conforto e segurança para seus usuários. Enquanto a idade média da frota é de 5,5 anos nas demais capitais, a de João Pessoa é de 3,5 anos. Ainda para este ano, está prevista a entrega de mais 37 novos ônibus adaptados, o que irá reduzir, ainda mais a idade da frota da cidade.

Acessibilidade – A partir dos ônibus acessíveis, João Pessoa passou a contar com um novo modelo de atendimento à população, beneficiando as pessoas com necessidades especiais, entre eles cadeirantes e deficientes visuais. Dos 519 veículos, 91 são do tipo adaptado. Eles possuem elevadores, portas mais largas (mede um metro e 10 centímetros, enquanto que os convencionais têm apenas 90 centímetros), cadeiras diferenciadas, mais largas, destinadas a mulheres grávidas e pessoas obesas; corrimãos especiais para deficientes visuais; sinal de parada com escrita em Braile e um dispositivo que possibilita a partida após as portas estarem completamente fechadas. Além disso, os ônibus são zero quilômetro, possuem design e motorização eletrônica que causa menos poluição ao meio ambiente.