STTrans instala dois redutores de velocidade na ladeira Cuiá

Por - em 35

A Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans) está implantando dois redutores de velocidade nas ruas Adalgisa Carneiro Cavalcante e Doutor Cícero Leite, que fazem a ligação entre os bairros do Valentina Figueiredo ao Ernesto Geisel. O trecho onde ficarão os equipamentos é conhecido como a “ladeira Cuiá”. Os redutores irão funcionar durante 30 dias sem registro de infrações para que os motoristas se familiarizem com a nova sinalização no local.

Uma das lombadas foi instalada no sentido Valentina-Geisel e a outra no sentido oposto, fazendo com que os condutores diminuam a velocidade para 50 quilômetros por hora. A superintendente da STTrans, Laura Farias, disse que a implantação do equipamento se deu após constatação de os motoristas imprudentes chegavam a desenvolver altas velocidades naquela área.

Dados coletados pelo setor de estatística da STTrans apontam que 4.810 veículos passam diariamente pelo local. Segundo a Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran) foram registrados 12 acidentes de trânsito naquela área.

Atualmente, João Pessoa possui um total de 22 lombadas eletrônicas (incluindo as que foram implantadas no Cuiá), sendo 14 Redutores Eletrônicos de Velocidade (REV) tipo totem e oito Detectores Eletrônicos de velocidade (DEV) tipo bandeirão. Esses equipamentos disciplinam o limite de velocidade e punem os condutores que excedem a velocidade máxima regulamentada pela sinalização.

O diretor de trânsito da STTrans, Omar Ramalho, avalia que além dos equipamentos eletrônicos, as ações educativas desenvolvidas pelo órgão vem contribuindo para a redução do número de acidentes em João Pessoa. “Mesmo com a ampliação do número de veículos em quase 10% no período de 2007 a 2008 conseguimos ter uma redução do número de acidentes com mortes. Em 2007, no perímetro urbano da Capital, o índice de mortes no trânsito por cada grupo de 100 mil habitantes foi de 14,82 e em 2008, baixou para 13,85, ou seja, tivemos uma redução de 8,8% no número de mortes”, destacou o diretor.

Os bairros do Valentina Figueiredo e Ernesto Geisel receberam outras obras de infraestrutura a exemplo de alargamento da via principal, recapeamento asfáltico e implantação de ciclovia. Além disso, a STTrans realizou um projeto especial de sinalização vertical e horizontal na área. Tudo foi feito em parceria com a própria comunidade, que apontou quais eram as principais dificuldades vivenciadas.