STTrans participa de atividade sobre educação para o trânsito

Por - em 68

Os bonecos Linda, Verde e Clara, além do Agente de Trânsito, levarão nesta terça-feira (1º de setembro), a partir das 14h30, lições de educação para o trânsito e transportes para 32 crianças atendidas pelo projeto social ‘Crianças do Bairro com Educação, Esporte e Lazer’, desenvolvido pela Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran). Além do seu teatro de fantoches, a Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans) levará para atividade educadores, que falarão sobre uso correto dos transportes e darão dicas de segurança para o trânsito.

O teatro de bonecos apresentará o texto “Linda, Verde e Clara nas idas e vindas da escola”. Durante a encenação os fantoches mostrarão alguns obstáculos que as crianças normalmente enfrentam no caminho para a escola e no retorno para casa e dão dicas sobre como os pequenos devem proceder para percorrer todo o trajeto com segurança.

Logo depois, os educadores da STTrans entrarão em cena e ministrarão palestra sobre temas diversos, entre eles: travessia segura da faixa de pedestre, uso do cinto de segurança, respeito a sinalização de trânsito, utilização correta do transporte coletivo urbano (ônibus), dicas de segurança na hora de utilizar bicicletas, forma correta e segura de andar na garupa de motocicletas. Eles ainda mostrarão as crianças o por quê delas terem que andar no banco traseiro do carro.

O projeto ‘Crianças do Bairro com Educação, Esportes e Lazer’ começou a ser desenvolvido em julho deste ano e é voltado para crianças em situação de vulnerabilidade social, com idades entre 12 e 15 anos, que moram no bairro do Róger, onde fica a CPTran. Segundo explicou o major da Companhia, Marcos Alexandre Sobreira, as crianças estudam pela manhã e participam do projeto no período da tarde, todas as terças-feiras e quintas-feiras.

O major Sobreira contou que os meninos chegam na CPTran por volta das 14h30 e participam de um lanche. Depois cantam o Hino Nacional e logo após ficam de 30 a 40 minutos em sala de aula, onde recebem informações sobre trânsito, drogas, meio ambiente, primeiros socorros, entre outros temas. Às 15h30 as crianças vão treinar futebol com a orientação de dois instrutores. Aos sábados ainda são organizados torneios esportivos com crianças de outros projetos.

Com o projeto também é realizado o acompanhamento do rendimento escolar das crianças. De 15 em 15 dias é feita uma reunião com os pais das crianças, onde se fala da evolução delas dentro de casa e na escola. De acordo com o major, apesar do pouco tempo de projeto, já se percebe uma mudança no comportamento dos pequenos.
 A superintendente da STTrans, Laura Farias Gualberto, parabenizou a iniciativa da CPTran pelo desenvolvimento do projeto.

“Tive oportunidade de conhecer o projeto e fiquei maravilhada com a iniciativa. Nós gestores temos que ter a consciência que o trânsito também é instrumento de transformação social. Iniciativas deste tipo fazem com que cumpramos a nossa função, por isso, apoiamos esse tipo de projeto e nos colocamos a inteira disposição”, comentou.