STTrans realiza a caminhada ‘Ecoturismo em Trânsito’

Por - em 23

A Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans) promove neste sábado (14) a caminhada ‘Ecoturismo em Trânsito’. A iniciativa faz parte da política de valorização do servidor que vem sendo implementada pelo órgão. A atividade terá como ponto de largada a praia de Tabatinga (Conde) e irá até Pitimbu. Ao todo são 20 quilômetros de muita natureza, desafios e aventura, que deverão ser percorridos em cinco horas.

A preparação para a caminhada começa logo cedo. Às 5h30 os participantes terão um café da manhã na sede da STTrans em João Pessoa, onde serão recepcionados pela superintendente do órgão Laura Farias. Logo após, as pessoas seguirão em um ônibus até a praia de Tabatinga, onde ocorrerá a largada oficial. O percurso também inclui Coqueirinho, Tambaba, Praia Bela, Abiaí e Pitimbu. A atividade será finalizada com um almoço na pousada Pedra de Galé.

Durante a atividade, os participantes terão oportunidade de desfrutar de belas paisagens naturais. Na caminhada deverão ser percorridas algumas trilhas dentro da mata e ainda haverá a travessia dos rios Barra de Agraú e Barra do Ibiaí.

A caminhada está sendo organizada pelos servidores da STTrans Fernando Andrade, Fábio Gomes e Alexandre Araújo. De acordo com eles, a caminhada visa divulgar o potencial turístico do Litoral Sul, incentivar a prática do esporte de turismo, promover a integração, fortalecer a auto-estima por meio da prática do esporte, além de trazer saúde e bem estar para os participantes da modalidade esportiva.

Os participantes da atividade ainda poderão ganhar um presente especial: A Associação de Servidores da Superintendência de Transportes e Trânsito (ASSTTrans) sorteará uma diária em hotel cinco estrelas em qualquer lugar do País para quem conseguir completar a caminhada.

A superintendente da STTrans, Laura Farias, informou que a caminhada ‘Ecoturismo em Trânsito’ tem o objetivo de promover a integração dos servidores e incentivar hábitos saudáveis. “Dentro da Superintendência nós estamos desenvolvendo uma política de valorização do servidor, pois partimos do princípio de que ao se sentir valorizado desenvolve-se o trabalho com maior eficiência e qualidade. Ou seja, a política de valorização do servidor interfere diretamente no trabalho que prestamos aos nossos usuários”, acrescentou.