STTrans realiza treinamento para operadores da Zona Azul

Por - em 31

A Superintendência de Transporte e Trânsito de João Pessoa (STTrans), através da Divisão de Estacionamento e Registro (Dierg), está promovendo nesta quinta-feira (9) e sexta-feira (10), no período da tarde, um treinamento para 50 candidatos a operadores no estacionamento rotativo Zona Azul. O objetivo do treinamento é para que possam ser contratadas pessoas que cumpram exatamente as suas atribuições e que prestem um serviço de qualidade aos usuários.

Durante o treinamento, os candidatos aprendem noções gerais para o desempenho da função, a exemplo de legislação de trânsito, dicas operacionais, conduta e posturas necessárias para o trabalho, além de técnicas de como lidar com o público. Na próxima semana, durante três dias, os participantes vão as ruas colocar em prática o que aprenderam durante o treinamento.

Ao final, os candidatos serão avaliados pela Dierg e pela empresa Millenium, operadora do estacionamento rotativo. O gerente da Dierg, Cristiano Nóbrega, que está ministrando o curso, falou da importância do treinamento como uma forma de orientar os operadores para que façam um serviço de qualidade para os usuários do estacionamento. Nosso objetivo é selecionar operadores que possam prestar um serviço de qualidade à população, comentou.

A candidata a uma vaga de operadora, Cintia Kelly dos Santos, falou da alegria de conseguir um emprego, principalmente nessa época do ano, quando se aproxima o Natal. Eu antes trabalhava vendendo coco verde na cidade, só que era sem carteira assinada, na Zona Azul eu vou ter meus direitos garantidos, falou Cintia. O estacionamento rotativo Zona Azul é operado pela empresa Millenium. Atualmente, ele funciona com mais de 1,2 mil vagas em 25 ruas e duas praças do Centro da Capital.

Os horários de utilização do estacionamento são de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30, e aos sábados, das 8h às 12h. O serviço oferece aos motoristas o uso do estacionamento rotativo gratuito por um período de 10 minutos, deixando o pista-alerta ligado. Após esse período, o condutor deverá pagar a cartela ao preço de R$ 1,30, que dá o direito a permanecer por duas horas. São destinados 5% de vagas para idosos e 7% para deficientes.

A Zona Azul gera emprego com carteira assinada com garantia de todos os direitos trabalhistas para 120 pessoas. Os operadores recebem um salário mínimo, além de vale transporte e alimentação.