Teatro Ednaldo do Egypto tem programação especial de férias

Por - em 138

Arte para ver e se aprender. Esta é a realidade de crianças e adolescentes, estudantes da rede municipal de ensino que participam das atividades educativas no Centro de Arte e Cultura Municipal Teatro Ednaldo do Egypto, em Manaíra. Neste mês de julho haverá uma programação especial de teatro, dança e cinema voltada para essa turma que está no período de férias escolares.

Como os cursos de arte estão de recesso nessa época do ano, foi pensada uma programação de férias, que está sendo agendado para a quinzena de julho. Entre as atividades estão a oportunidade de conferir o espetáculo infantil, “Aladin”, do grupo de teatro paraibano “Mei de Feira”. Para os alunos do Projovem e Eja (Ensino de Jovens e Adultos) o espetáculo oferecido será a comédia “É pra rir ou pra chorar”.

Uma das ideias que está sendo aguardada para ter início este mês e prosseguir durante todo o ano é a parceria do Teatro Ednaldo do Egypto com o Sesc, através do projeto “Cinema em Debate”, com a exibição de filmes do cinema nacional. A partir deste segundo semestre também haverá apresentações de projetos permanentes como “Sexta humorada” com participação de comediantes paraibanos e, “Choro na Noite”, com grupos musicais de chorinho.

Atuação – Parte integrante da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), o Teatro Ednaldo do Egypto vem desde 2007 desenvolvendo o projeto “Sementes da Arte”, que oferece cursos de teatro, dança, música (violão, flauta e percussão) e literatura (poesia e dramaturgia). As aulas acontecem de terça a sexta-feira, nos turnos da manhã e tarde, para que os alunos interessados possam participar no horário oposto ao de sala de aula.

Pela proximidade do bairro onde está localizado o Teatro, atualmente os integrantes do projeto são alunos das escolas municipais Nazinha Barbosa, em Manaíra e, Seráfico da Nóbrega, em Tambaú. O coordenador do Centro, Beto Black, pretende ampliar a participação para todas as escolas da rede municipal, possibilitando para tal fim, transporte escolar que favoreça o encontro destas crianças e adolescente com a arte.
Uma parceria com o Programa de Saúde Familiar (PSF) do bairro de São José, também tem levado crianças dessa comunidade a integrar-se ao projeto.

Para participar do “Sementes da Arte” não precisa ter nenhum dom artístico, basta vontade, interesse e criatividade, além de ser aluno regular da rede municipal, ter um bom rendimento escolar e estar acima dos 10 anos de idade. “Hoje estamos trabalhando com 120 alunos que escolhem livremente o curso que pretendem realizar. No começo há certo estranhamento com o novo, mas o aprendizado é rápido, o interesse instantâneo e em breve teremos novos artistas paraibanos fazendo arte”, planeja o coordenador do Centro.

Teatro para aprender – O Teatro Ednaldo do Egypto também utiliza este espaço já consagrado de divulgação cultural em João Pessoa como produtor de cultura. Todos os grupos teatrais e dança que locam o teatro para apresentações, necessariamente, terão que participar da parceria com a Prefeitura Municipal, no que consiste em oferecer dois dias do espetáculo em cartaz para os alunos da rede municipal de ensino.

A idéia vem dando resultado. Centenas de crianças e adolescentes que nunca tiveram acesso a uma peça teatral ou espetáculo de dança, agora estão tendo esta oportunidade. As escolas são programadas e o transporte escolar leva até o teatro o futuro público da arte e da cultura na Paraíba. “Os alunos chegam aqui com os olhos brilhando, com respeito e interesse, se divertem, aprendem e querem sempre repetir a dose”, revela Beto Black.

Ao final do espetáculo, o público presente participa de uma conversa com diretores, atores, atrizes, bailarinos, equipe técnica para discutir a criação e produção artística. “O momento é de questionamento, curiosidade e de uma forma lúdica, acaba acontecendo uma formação da cultura”, explica.