Técnico do governo paulista conhece experiência do Empreender-JP

Por - em 23

Com mais de R$ 500 milhões já investidos e pouco mais de dez anos de atuação, o Banco do Povo Paulista vai passar por uma reestruturação. A idéia é desburocratizar o crédito, expandir a carteira de beneficiados e fazer os empréstimos chegarem às áreas mais carentes do Estado de São Paulo. Para atingir estes objetivos, o técnico Eliseu Lira Correia, da Fundação Prefeito Faria Lima, responsável pelo estudo, visitou nesta segunda-feira, a Secretária de Desenvolvimento Sustentável da Produção (Sedesp), onde conheceu o programa de Microcrédito Orientado de João Pessoa, o Empreender-JP. Queremos aproveitar os modelos que estão dando certo no país, elaborar uma proposta e apresentar ao Governo Paulista, explicou Lira Correa.

De acordo com ele, a média de contratos do Banco do Povo Paulista é muito baixa e precisa melhorar urgentemente. Nossos agentes de crédito fecham em média três contratos por dia quando o ideal seria 57, contou. Aqui vocês trabalham muito bem nesta área ao não exigir a figura do avalista, desburocratizando o crédito e fazendo com que ele chegue às camadas mais pobres da população.

O técnico paulista revelou que o Banco do Povo do Estado de São Paulo tem R$ 500 milhões para serem emprestados nos próximos cinco anos. Mas não estamos chegando onde realmente deveríamos chegar, que é na região mais carente do Estado, lamentou.

O Empreender-JP está fazendo isso muito bem. Na Sedesp, ele conversou com técnicos e acompanhou uma apresentação do Empreender-JP feita pelo secretário Raimundo Nunes. Ao final da reunião, Lira Correa se disse satisfeito com as informações. Estou levando para São Paulo um modelo de programa de microcrédito orientado coroado de êxitos.

Para o secretário Raimundo Nunes, a visita do técnico paulista é mais uma prova de que o programa idealizado pelo prefeito Ricardo Coutinho está dando certo. É muito bom receber visitas de outros estados e até mesmo de outros municípios interessados em conhecer o Empreender-JP. Prova que estamos no caminho certo, disse. Nas últimas semanas, 17 novos prefeitos visitaram a Sedesp interessados em implantar programas semelhantes ao Empreender-JP em seus municípios.