Requerimento de autorização exclusiva para desfile de Blocos de Carnaval

Técnicos da PMJP participam de seminário sobre educação ambiental

Por - em 35

Acontece nesta quinta-feira (22) no Centro de Capacitação dos Professores (Cecapro), localizado na avenida Beira Rio, o 1º Encontro Institucional das Diretorias de Educação Ambiental da Prefeitura de João Pessoa. O evento coordenado pela Diretoria de Organização Comunitária e Participação Popular, da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), terá início às 8h30 e deverá reunir 40 pessoas. O objetivo do encontro é discutir as experiências efetivadas nos últimos quatro anos pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP) para aperfeiçoar e aprimorar as práticas de educação ambiental na Capital.

O coordenador da Divisão de Educação Ambiental da Sedes, Giovanny de Sousa Lima, explica que o intuito é construir um Projeto Permanente de Educação Ambiental e reunir propostas para a consolidação do Programa Municipal Permanente de Reestruturação Sócio-Ambiental das Áreas de Risco de João Pessoa. “Também estaremos socializando as linhas de financiamento existentes nesta área no Brasil e no mundo, com a finalidade de formar uma equipe de trabalho para a captação destes recursos”, explicou.

A diretora de Organização Comunitária e Participação Popular da Sedes, Cassandra Figueiredo, relata que no início da primeira gestão do prefeito Ricardo Coutinho, foi criado um projeto de identificação das áreas de risco, cujo objetivo era traçar metas e definir estratégias de solução e enfrentamento dos problemas ocasionados por ocupações nessas localidades. “Sabemos que devido à precariedade da situação econômica de grande parte da população das grandes cidades, as comunidades foram sendo organizadas justamente nas encostas, nas áreas ribeirinhas e de mangue. O que causou um desequilíbrio ambiental e risco social para essa mesma população. Portanto, pretendemos que esse seja um momento de avaliação dessas ações e de propositura de outras, que em conjunto, possam contribuir e fortalecer o trabalho de prevenção, através de atividades de educação ambiental”, informou.

Deverão participar deste primeiro encontro os profissionais da área de Educação Ambiental das Secretarias de Saúde (SMS), Educação (Sedec), Meio Ambiente (Semam) e da Autarquia Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), além da Sedes.