Terceira parcela da bolsa-auxílio do Juventude Cidadã é liberada

Por - em 23

Está sendo paga a terceira parcela da bolsa-auxílio do programa “Projovem Trabalhador – Juventude Cidad㔠de João Pessoa. O dinheiro foi liberado na última quarta-feira (16) pelo Ministério do Trabalho e, no prazo máximo de 48 horas, estará na conta de todos os alunos. “Esse é o tempo limite, mas vale lembrar que a bolsa é depositada em lotes, então, hoje, alguns beneficiários já podem fazer o saque”, explica a coordenadora de inserção do programa, Ludmila Carvalho.

No total, 4.020 alunos irão receber a terceira parcela da bolsa, no valor de R$ 100. Os beneficiários podem fazer o saque em qualquer caixa eletrônico do Banco do Brasil. A previsão é de que, até o final do mês, sejam pagas a quarta e a quinta parcela da bolsa. A liberação da sexta e última parcela do benefício acontece em janeiro.
 
Entrega de certificados – Nesta sexta-feira (18), o Juventude Cidadã realiza a solenidade de entrega dos Certificados de Conclusão aos 4.020 alunos do programa. O evento acontecerá no Esporte Clube Cabo Branco, em Miramar, a partir das 14h, com a presença do prefeito da Capital, Ricardo Coutinho, e do secretário municipal de Desenvolvimento Sustentável da Produção, Raimundo Nunes Pereira.

Representando o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), também participarão da entrega dos certificados, o secretário de Políticas Públicas e Emprego, Ezequiel de Souza, e o diretor de Políticas de Trabalho e Emprego para a Juventude, Renato Ludwig.

O evento também será uma oportunidade para os jovens mostrarem o que aprenderam ao longo dos seis meses de aula. Na programação está previsto um desfile de moda organizado pelos alunos do curso de Vestuário do Senai (Serviço Nacional da Indústria), que irão apresentar parte dos modelos produzidos durante as aulas.
 
O programa – O Juventude Cidadã é um programa federal implantado em João Pessoa graças a uma parceria do Ministério do Trabalho com a Prefeitura da Capital. Ele oferece 4.020 vagas em 16 cursos de profissionalização, bolsa-auxílio de R$ 100 e a oportunidade de encaminhamento ao mercado de trabalho. A meta da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável da Produção (Sedesp) é encontrar oportunidade de emprego para 1.206 pessoas entre os jovens participantes. Os alunos têm direito ao transporte e recebem alimentação, fardamento (uniforme e bolsa) e material didático.