Trabalhadoras concluem curso de qualificação para domésticas

Por - em 30

As aulas do ‘II Programa de Formação e Qualificação Profissional para Trabalhadoras Domésticas’ foram encerradas na tarde desta segunda-feira (24), com uma grande confraternização entre todas as participantes. O projeto é fruto de uma parceria firmada entre a Prefeitura de João Pessoa, Serviço Nacional de Aprendizagem (Senac) e a Delegacia Regional do Trabalho da Paraíba (DRT-PB). A solenidade aconteceu no Senac, no Centro da Capital. A entrega dos certificados será dia 16 de outubro, às 16h, no auditório da DRT-PB.

O curso foi ministrado de julho a setembro para 25 domésticas que fazem parte dos Centros de Referência e Atenção a Assistência Social (Crais) dos bairros de Mandacaru, Cristo Redentor, Alto do Mateus, Valentina Figueiredo e Cruz das Armas.

Segundo Lúcia Silva, assessora temática para o trabalho e enfrentamento a pobreza da Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres (CPPM), o objetivo do programa é promover o resgate da cidadania, a melhoria da auto-estima das trabalhadoras, além da qualificação profissional. “Esse foi mais um desafio conquistado pela atual gestão. A assiduidade e o compromisso das alunas é a prova de que conseguimos alcançar os nossos objetivos”, comemorou.

A coordenadora dos Crais da cidade de João Pessoa, Luciana Paiva Calvacante, avaliou de forma positiva o desempenho das participantes. “A idéia para o desenvolvimento do programa surgiu nas reuniões dos grupos realizadas nos Crais. Foram as próprias trabalhadoras que nos apresentaram suas necessidades e a vontade de buscar a qualificação profissional”, relatou.

Iranilda Avelino de Lima, 40, é residente do bairro do Valentina Figueiredo. Para ela, fazer parte do curso profissionalizante significa uma oportunidade de uma vida melhor. “Foi tudo maravilhoso. Aprendi muitas coisas que vão valorizar o meu trabalho”. Já a sua amiga turma, Mirian Ferreira, 34, moradora de Cruz das Armas, disse que esse foi apenas o começo para conseguir um bom emprego. “Tenho fé que as portas irão se abrir com mais facilidade”, declarou.