Tráfego: PMJP moderniza rede semafórica da Capital

Por - em 45

A Superintendência de Transportes e Trânsito de João Pessoa (STTrans) está implantando controladores inteligentes para modernizar a rede semafórica e, assim, dar mais fluidez o tráfego de veículos. O investimento está dentro da política de gestão de trânsito e transporte da Prefeitura de João Pessoa, que tem buscado nos avanços tecnológicos soluções para reduzir os congestionamentos, diminuir o número de acidentes e melhorar a qualidade de vida da população.

Também está sendo criada a ‘Onda Verde’ nos principais corredores, substituídas as lâmpadas incandescentes por LED’s (bem mais econômicos e eficientes) nos semáforos; criação da Central de Controle de Tráfego por Área (CTA), que permite a intervenção no trânsito em tempo real sempre que houver necessidade ou a programação de semáforos à distância.

O monitoramento por seis câmeras de alta definição (Lagoa, Terminal de Integração, rotatória de Mangabeira, Busto de Tamandaré, encontros das Avenidas Epitácio Pessoa com Rui Carneiro e Epitácio Pessoa com Bento da Gama) também tem contribuído para melhorar a fluidez do trânsito. A previsão é implantar mais duas câmeras até dezembro, uma no Viaduto do Cristo e a outra em local ainda a ser definido.

Modernização – A STTrans adquiriu 30 novos controladores semafóricos eletrônicos inteligentes para substituir os antigos, resultando na criação de redes semafóricas com planos ideais para cada horário, e a implantação de “Onda Verde”. Os controladores inteligentes permitirão redimensionamentos mais precisos nos cruzamentos, onde o sistema ‘Onda Verde’ sincroniza os semáforos para controlar o fluxo da via, que ficará com velocidade de 50 km/h e com menos intervalos no trajeto.

O que é controlador inteligente? – Trata-se de um sistema que permite programar semáforos de forma mais precisa, criando diversos planos e agendando horários de acordo com o sentido do fluxo de veículos, fazendo gerenciar informações de forma remota através da internet, processo este monitorado pela Central de Tráfego por Área (CTA), que funciona na STTrans.

Com os antigos controladores, o plano de programação fixo só pode ser mudado manualmente, diretamente no semáforo. Já os inteligentes possuem vários planos de programação que são trocados ao longo do dia a partir do relógio do próprio semáforo, de lastros instalados na via ou da Central de Controle.

Mais fluidez e segurança – Com a melhoria da rede semafórica, os motoristas ganharão mais fluidez, reduzindo congestionamentos em pontos onde existam dois ou mais semáforos. Para os pedestres, os ganhos serão perceptíveis, uma vez que os semáforos estarão trabalhando em sincronismo e estes poderão calcular melhor o tempo de travessia.

Para utilizar as vias com ‘Onda Verde’, os condutores devem utilizar a velocidade média de 50km/h (velocidade utilizada para o cálculo de sincronismo) e manter o ritmo nesta velocidade, para que não chegue no próximo cruzamento e encontre o semáforo fechado, gerando acúmulo de veículos.

Quatro redes – Atualmente, a cidade conta com quatro redes semafóricas com o sistema ‘Onda Verde’: na área central, Epitácio Pessoa, Retão de Manaíra e Praia/Tambaú. A intenção é que até o final de dezembro toda a cidade seja contemplada com uma rede semafórica moderna, dando mais qualidade aos condutores e melhorando a vida da população.

Investimentos – O superintendente da STTrans, Deusdete Queiroga, avalia que os investimentos do órgão em recursos tecnológicos têm proporcionado mais eficiência no monitoramento e fiscalização do trânsito e do transporte. Ele garantiu que o órgão estará sempre investindo na modernização tecnológica para melhor gerir do trânsito da capital. A autarquia está investindo R$ 94.107 mil na modernização da rede semafórica.