Três blocos fazem a festa do Folia de Rua desta quinta-feira

Por - em 21

Galo do 13 de Maio, Canto do Tetéu e Cordão do Frevo Rasgado são os blocos filiados ao projeto Folia de Rua que desfilam nesta quinta-feira (19), reunindo juntos mais de 2,5 mil foliões. O apoio é da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope). Na programação da noite, haverá também, pela primeira vez, a entrega simbólica da “corda do Judas” aos organizadores da tradicional ‘Malhação do Judas’, que acontece na Semana Santa, em Jaguaribe.

O primeiro a sair nesta noite é o Galo do 13 de Maio. A concentração começa por volta das 18h, na Praça Assis Chateaubriand. Há dez anos o bloco faz parte do Projeto Folia de Rua. Além das prévias carnavalescas, o grupo também realiza vários projetos sociais com a comunidade ao longo do ano, na sede da Associação Recreativa Cultural 13 de Maio.

A partir das 19h, o Canto do Tetéu começa a se preparar para alçar o 17º voo. A concentração será na Lanchonete Luciana, que fica na avenida Floriano Peixoto, em Jaguaribe. Um trio animará a festa com a presença da Banda Paquera e do músico Walter Luís, que também é diretor do bloco. Os homenageados da noite serão figuras ligadas ao folclore, como Tenente Lucena. O presidente do Centro Popular de Cultura, Emilson Ribeiro, também será lembrado. Ele é também o chefe da Divisão de Cultura Popular da Fujope.

Segundo Walter Luís, pela primeira vez, o arrastão do Canto do Tetéu vai até o Mercado Público de Jaguaribe para entregar a “corda do Judas”. Quem vai receber o símbolo da ‘Malhação do Judas’ é Carioca e Burrico, que são os organizadores do tradicional evento da Semana Santa pessoense.

O Cordão do Frevo Rasgado começa a concentração às 20h, na Praça Mag Shopping, em Manaíra. Esta é a 11ª vez que o desfile é realizado. Nesta edição, a homenageada será a madrinha do bloco, Peromnia de Albuquerque, falecida no ano passado. O organizador, Lis Alburquerque, diz que espera arrastar cerca de 500 pessoas ao ritmo de frevo.