UPA-E Bancários completa um mês de funcionamento e atende 7,5 mil usuários

Por - em 557

“Quando estamos sofrendo com dor ou temos alguém de nossa família precisando de cuidado, o que mais queremos é um serviço próximo de casa, que nos atenda de forma rápida, segura e principalmente que nos respeite como ser humano. A Upa dos Bancários chegou para trazer isso. Eu já precisei do serviço e pude presenciar um excelente atendimento”, disse Maria do Socorro, moradora do Bairro de Água Fria.

Funcionando 24 horas por dia, a Unidade de Pronto Atendimento Especialidades Dr. Luiz Lindbergh Farias, a UPA-E dos Bancários, chegou a um mês de funcionamento atendendo 7,5 mil usuários. O serviço conta com apoio de 310 funcionários, expandindo e qualificando a rede de atendimento de urgência e emergência, beneficiando e ampliando a assistência ofertada aos moradores da zona sul da Capital.

O secretário municipal de Saúde, Adalberto Fulgêncio, explica que as UPAs ajudam a diminuir as filas nos pronto-socorros dos hospitais. “Com um serviço de porta aberta, o acolhimento sempre é garantido e, em sua maioria, os atendimentos são dinâmicos e resolutivos, proporcionando a melhora dos usuários e, quando necessário, o encaminhamento para o serviço de referência na rede de saúde. Nos orgulha saber que o serviço funciona e que fazemos parte da consolidação e construção de uma saúde de qualidade em João Pessoa”, afirmou.

Os 310 funcionários trabalham ininterruptamente para a prestação de serviços voltados ao tratamento do processo saúde-doença de urgência e emergência de forma humanizada. São médicos (clínicos gerais e pediatras), enfermeiros, assistentes sociais, farmacêuticos, bioquímicos e técnicos de diversas especialidades.

D R T. R J .Ivomar Gomes Pereira.

Classificação de Risco – Além da UPA-E Bancários, a população conta também em João Pessoa com os serviços da UPA Cruz das Armas, Valentina e Oceania. Os equipamentos trabalham com atendimentos realizados por meio de protocolo de classificação de risco. O acolhimento dos pacientes é dividido em quatro cores que identificam o tipo de atendimento.

A área vermelha corresponde aos atendimentos de emergência, a exemplo de pacientes com parada cardiorrespiratória, infarto agudo do miocárdio ou convulsões. Já na área amarela, ficam os pacientes que estão em observação e investigação do quadro clínico, enquanto a verde refere-se aos casos de urgência, como diabetes descompensada, desidratação ou dores de moderada a intensa. Os usuários classificados como azul, por não se tratar de urgência e emergência, são encaminhados para as unidades de saúde da família (USF).

Atendimento – A UPA-E Bancários teve investimento de R$ 6 milhões em uma estrutura de 2.230m² de área construída, com capacidade de atender 200 mil habitantes. A unidade é especializada em ortopedia, atendendo casos de torções, luxações e fraturas que não necessitem de cirurgias.

De modo geral, atende casos de urgência e emergência para média e alta complexidade, como: febre (maior que 37,5°); constipação ( a partir de cinco dias); agressões sexuais; pico hipertenso; hipotensão; dores abdominais; desconforto respiratório; dor lombar; sangramentos de qualquer natureza; disúria (dificuldade ou desconforto ao urinar); desidratações; intoxicações de qualquer natureza; desmaios; vômitos; diarreia; palpitações cardíacas; alergias cutâneas disseminadas agudas; convulsões recentes; dor torácica, entre outros casos urgentes.

Já as USFs são as portas de entrada para o Sistema Único de Saúde (SUS), onde são realizados exames, consultas e acompanhamento médico, além de entrega de remédios e aplicação de vacinas. Nos serviços podem ser avaliados traumas leves, sintomas leves de gripe, tonturas, dor abdominal leve, mal-estar, conjuntivite, entre outros, além de, quando necessário, solicitar serviços e encaminhamentos para atenção especializada.

Estrutura – A UPA Bancários é composta de 14 leitos, sendo três de sala vermelha (casos graves), seis de sala amarela (casos intermediários), três de pediatria e dois de isolamento, além de laboratório de análises clínicas, farmácia, salas de raio-X, central de material e esterilização, almoxarifado e base descentralizada do Samu.